Romeu Zema recebendo medalha JK
Renato Cobucci/ImprensaMG
Romeu Zema foi um dos 108 homenageados com a medalha Juscelino Kubitschek

O governador de Minas Gerais homenageou nesta quinta-feira (12) 108 personalidades e entidades que, segundo ele, contribuíram para o desenvolvimento do estado. Entre as pessoas que receberam a Medalha Juscelino Kubitschek, porém, estava o próprio governador Romeu Zema .

Leia também: Mourão viajará para Natal para se encontrar com governadora do PT

Os homenageados da premiação são escolhidos pelos membros do Conselho Permanente da Medalha JK. O Conselho é composto por representantes da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, do Tribunal de Justiça, da Prefeitura de Diamantina, da Casa de Juscelino, do Instituto JK , do Executivo estadual e por membros da família do ex-presidente.

homenageados com a medalha JK
RENATO COBUCCI/IMPRENSA MG
Nem todos os homenageados compareceram à cerimônia em Diamantina

De acordo com a Rádio Itatiaia , a cerimônia realizada em Diamantina, cidade natal do ex-presidente que dá nome à homenagem , custou cerca de R$ 50 mil. Em campanha, Zema defendeu cortes de gastos pelo Estado e citou as premiações. Na época, ele afirmou que apenas a medalha da Inconfidência seria mantida.

À Rádio Itatiaia , o governador afirmou que não pagou pela compra das medalhas, que já haviam sido adquiridas pela gestão anterior, de Fernando Pimentel (PT).

Leia também: Deltan Dallagnol defende Augusto Aras e é criticado por colegas do MPF

Além de Romeu Zema , foram homenageados o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários