Tamanho do texto

No Espírito Santo, o vice-presidente Hamilton Mourão comentou queimadas

Bolsonaro  e Mourão arrow-options
Marcos Corrêa/PR
Bolsonaro voltou a atacar os governadores do Nordeste


Em fala nesta quinta-feira (29) durante evento em Vitória o vice-presidente Hamilton Mourão reconheceu que o governo federal , sob o governo de Jair Bolsonaro, errou no combate às queimadas na Amazônia. 

"Cometemos erros sim. Todos os anos nós sabemos que agosto, setembro e outubro são meses de queimadas. É igual ao 7 de setembro , a gente sabe que tem todo ano. Queimada também tem todo ano. Compete aos entes governamentais, em todos os níveis, travarem um combate às ilegalidades cometidas nesse momento", disse ele.

 Mourão estava em um evento do Sindicato do Comércio de Exportação e Importação do Espírito Santo . Na ocasião, o vice de Bolsonaro culpou a cultura local de produtores rurais como causa de incêndios. 

Leia também: 'Corrompido por dinheiro', diz Mourão de militar preso com droga em avião da FAB

"Existe gente que trabalha nesse limite de fronteira entre a selva e o cerrado que ainda opera de acordo com o pai, com o avô, conceitos antigos de uso da terra. Ou seja, ele corta o mato, espera o mato secar e coloca fogo, esse é o conceito", disse.

Ainda segundo Mourão , é aí que que o governo pode agir. "Também sabemos que dentro da área amazônica existem três tipos de elementos que cometem essas irregularidades: o madeireiro, o grileiro e o garimpeiro. Esse trio, que pode ser cada um uma pessoa só ou podem estar incorporados os três em uma mesma pessoa. Então nós temos que dar oportunidade de trabalho para essas pessoas, senão elas vão procurar outro método de ganhar a vida ."

Com informações do G1 Espirito Santo.