Tamanho do texto

Presidente vai desrespeitar a lei 6.454, de 24 de outubro de 1977, que proíbe se dar nome de pessoas vivas a qualquer obra pública

IstoÉ

Bolsonaro arrow-options
José Dias/PR
Bolsonaro pode ferir lei ao inaugurar escola com seu nome


O presidente Jair Bolsonaro vai desrespeitar a lei 6.454, de 24 de outubro de 1977, que proíbe se dar nome de pessoas vivas a qualquer obra pública. É que o presidente estará nesta quarta-feira (14) em Parnaíba (PI) para inaugurar uma escola do Sesc (Serviço Social do Comércio) que levará seu nome.

Leia também: Presidente do PSL cita Idade Média para justificar Eduardo em embaixada nos EUA

E escola Jair Messias Bolsonaro será uma das primeiras escolas com o ensino militarizado, conforme uma de suas propostas. Além da escola com seu nome, Bolsonaro inaugurará também uma avenida na cidade que levará o nome do ex-presidente João Batista Figueiredo, que governou o País de 1979 a 1985, durante o regime militar.

Durante a visita, Bolsonaro será recepcionado pelo atual prefeito de Parnaíba e ex-governador do Piauí , Francisco de Moraes Souza, o “Mão Santa”, que atualmente está no Solidariedade mas governou o estado pelo MDB.

Leia também: Relembre críticas a Bolsonaro que fizeram Frota ser expulso do PSL

Ainda em Paranaíba, Bolsonaro receberá o título de cidadão da cidade. O interessante é que o atual governador do Estado, Wellington Dias (PT), não irá à recepção do presidente. Só para lembrar, recentemente Bolsonaro disse que “de todos os governadores de Paraíba, o pior deles é o do Maranhão (Flávio Dino, do PCdoB)”. E isso irritou todos os governadores do Nordeste, incluindo o do Piauí.