Tamanho do texto

Presidente usou o Twitter para dizer que o assassinato de Isabella Nardoni segue na memória dos brasileiros e que o benefício ao assassino não pode ser aceito com indiferença

Alexandre Nardoni conseguiu o regime semiaberto arrow-options
Reprodução
Alexandre Nardoni conseguiu o regime semiaberto


Jair Bolsonaro teceu comentário a respeito da notícia de que Alexandre Nardoni terá o benefício de deixar a prisão para passar o Dia dos Pais em liberdade. Na opinião do presidente, permitir a 'saidinha' é uma ofensa contra todos os brasileiros.

Leia também: Dia dos Pais: Alexandre Nardoni, preso por matar filha, deixa cadeia em saidinha 

O presidente lembrou o caso Isabella Nardoni e da repercussão que teve em todo o País. Na opinião de Bolsonaro, permitir que o assassino da então menina de 5 anos é "lamentável".

"O caso Isabella, ocorrido em 2008, repercutiu em todo o Brasil. A criança de 5 anos foi jogada pela janela de seu apartamento. Hoje o pai, condenado pelo assassinato, é beneficiado pela saída temporária de dia dos pais. Uma grave ofensa contra todos os brasileiros. Lamentável!", escreveu.


Leia também: Lula ficará no mesmo presídio de 'famosos' como Cravinhos, Nardoni e Abdelmassih

Pouco mais de três meses após entrar em regime semiaberto, Alexandre Nardoni, condenado por matar a filha Isabella  Nardoni  em 2008, deixou a prisão com o benefício da " saidinha " de Dia dos Pais.

Segundo a TV Vanguarda, Nardoni deixou o presídio de Tremembé, em São Paulo, na manhã desta quinta-feira (8) e, assim como outros presos que foram beneficiados com a saidinha, tem até a tarde do dia 14 para voltar ao presídio. Bolsonaro sempre se colocou contra o benefício a presos.