Sergio Moro
Marcos Corrêa/PR - 10.5.19
O Ministério da Justiça e Segurança Pública, comandado por Sergio Moro, prepara uma megalicitação para a aquisição

O Ministério da Justiça e Segurança Pública prepara uma megalicitação para a aquisição de 106 mil pistolas , que serão distribuídas para a Força Nacional e a policiais civis e militares dos estados. É a primeira vez que o órgão promove uma licitação desse tipo, que prevê a participação de empresas estrangeiras e tem custo estimado de R$ 444 milhões. Parte das armas será bancada pelo governo federal.

Leia também: Militares da Força Nacional brasileira permanecem em Moçambique até junho

A Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), órgão subordinado à pasta, irá comprar 15% das pistolas para abastecer 15 Polícias Militares, dez Polícias Civis, 16 órgãos de perícia oficiais e a Força Nacional . O Rio de Janeiro não está contemplado nessa cota.

Leia também: Ministério da Justiça prorroga a presença da Força Nacional em Belém

A licitação foi facilitada pelo decreto de armas editado pelo presidente Jair Bolsonaro, que abriu o mercado para importação. Antes, era preciso obter autorização do Exército para comprar armas fabricadas fora do país. Alguns itens previstos no edital preliminar ainda podem causar polêmicas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários