Tamanho do texto

Presidente comemorou o início do governo durante um rápido discurso

Bolsonaro discursando
Divulgação
Bolsonaro disse que governo cumpriu as 35 metas dos primeiros 100 dias de governo

O Palácio do Planalto fez um evento para celebrar os 100 primeiros dias da gestão de Jair Bolsonaro. Além do presidente, também falou o porta-voz Otávio do Rêgo Barros. O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, conversou com a imprensa logo após a solenidade.

Leia também: Prioridade dos eleitores, saúde vira coadjuvante no início da gestão Bolsonaro

"O sucesso das ações realizados nos primeiros 100 dias de governo sob a liderança de Jair Bolsonaro ratificam o compromisso de transformar o Brasil. Muito já foi feito é verdade, mas a estrada para o futuro que se descortina nesse momento alvissareiro ainda exigirá os nossos esforços para pavimentá-la", disse o porta-voz, que abriu a evento.

Durante seu rápido discurso, Bolsonaro disse que o governo cumpriu todas as 35 metas estabelecidas para os primeiros 100 dias da gestão. Ele ainda agradeceu os ministros, os servidores e os parlamentares.

"Foram estabelecidas metas em todos os setores, divididos nos eixos social, infraestrutura, econômico, institucional e ambiental. Ressalto que além das 35 ações estipuladas, diversas outras ações estão sendo planejadas pelo Executivo", completou o presidente. No entanto, de acordo com levatamentos feitos pelo iG , o presidente ficou longe de cumprir todas as metas . O presidente também assinou uma série de decretos na frente das câmeras, alguns deles relacionados às metas dos primeiros 100 dias, como o 13º do Bolsa Família.

Confira, na íntegra, a solenidade e os discursos de Rêgo Barros e Bolsonaro:

Após o evento, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, voltou a falar sobre o cumprimento das metas. "O governo, ao longo desses dias, cumpriu muito mais dos que as 35 metas propostas. Inclusive, vários decretos e projetos de lei foram assinados neste momento mostrando a preocupação de o governo ter caminhado para a redução do seu tamanho", destacou o ministro.

De acordo com Onyx, a base de Bolsonaro vai trabalhar para cumprir outras promessas de campanha no segundo semestre. "Nós, a partir de hoje, vamos trabalhar num plano diretor que vai abraçar todos os 22 ministérios", disse.