Tamanho do texto

Porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros admitiu a possibilidade de uma visita à Palestina: "Temos relações com vários países"

undefined
Isac Nóbrega/PR - 4.2.19
Porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, disse que Bolsonaro pode ir à Palestina

Ao ser indagado hoje (31) sobre uma eventual visita do presidente Jair Bolsonaro aos territórios palestinos, o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, disse que a possibilidade existe, ainda mais em um contexto de ida do presidente a “vários países”.

Leia também: Brasil abrirá escritório em Jerusalém; situação da embaixada fica em aberto

“Nós temos relações diplomáticas com vários países e, dentro desse aspecto, é óbvio que nós temos possiblidade de visitá-los quando convidados e quando há interesse em visitá-los”, disse Rêgo Barros, sem citar nominalmente os territórios da Palestina , ao ser questionado por jornalistas brasileiros em Israel sobre convites feitos especificamente por autoridades palestinas.

Sobre o que seriam queixas de autoridades palestinas a convites não respondidos, Rêgo Barros disse que o Ministério das Relações Exteriores "vai buscar esse contato para aclarar algumas dúvidas e colocar-se à disposição para estabelecer um link para futuras viagens a esses países e a outros países”.

Após ressaltar que a abertura de um escritório do Brasil em Tel Aviv, anunciada mais cedo, não significa um reconhecimento por parte do Brasil de Jerusalém como capital de Israel, Rêgo Barros disse que Bolsonaro ainda não descartou a possiblidade, inclusive com a transferência da embaixada brasileira para a cidade.

“O nosso presidente continua avaliando essa possibilidade [de visitar a Palestina ], mas no momento isso não foi colocado para apreciação e não foi colocado à mesa”, disse o porta-voz.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.