Tamanho do texto

Último levantamento do instituto antes do segundo turno reafirma a vitória do candidato do PSL; eleitores de todo o país vão às urnas no domingo (28)

última pesquisa CNT/MDA antes do segundo turno aponta vitória de Bolsonado diante de Haddad no domingo (28)
iG Arte
última pesquisa CNT/MDA antes do segundo turno aponta vitória de Bolsonado diante de Haddad no domingo (28)

A última pesquisa CNT/MDA para presidente antes do segundo turno divulgada neste sábado (27) reafirma a liderança do candidato Jair Bolsonaro (PSL), que aparece com 56,8% das intenções de voto, contra 43,2% de seu adversário, Fernando Haddad (PT). 

Esses índices se referem aos votos válidos, o que exclui os brancos e nulos e simula cálculo feito pela Justiça Eleitoral na hora de determinar o resultado da votação. Considerando-se os votos totais, Bolsonaro aparece na pesquisa CNT/MDA para presidente com 48,5% das citações, enquanto Fernando Haddad tem 37%. Brancos e nulos somaram 10,3%, enquanto 4,2% se dizem indecisos.

A pesquisa realizada a pedido da Confederação Nacional dos Transportes (CNT) mostra ainda que 91,3% dos eleitores de Jair Bolsonaro dizem que não mudam mais seus votos. 91,4% dos eleitores de Fernando Haddad afirmam que a decisão também é definitiva.

O novo estudo reafirmou ainda a disparada da rejeição ao candidato do PT. Questionados sobre a possibilidade de votar em Haddad para a Presidência, 51,2 % dos entrevistados responderam que "não votaria nele de jeito nenhum". Já Bolsonaro foi rechaçado por 42,7% dos eleitores.

A distância entre Bolsonaro e Haddad flagrada pelo MDA Pesquisas, de 13,6 pontos percentuais, é 0,4 pontos menor que a apontada no último levantamento.

A pesquisa da CNT/MDA para presidente  foi realizada entre os dias 26 e 27 de outubro de 2018. Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 Unidades Federativas, das cinco regiões do País. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança. A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob o número BR-06933/2018.