Tamanho do texto

Paulo Skaf e Márcio França estão empatados com 21%, na pesquisa; Luiz Marinha tem 12%; Major Costa e Silva (4%) e Rogerio Chequer (4%)

Pesquisa Ibope em SP: levantamento de boca de urna aponta Doria no segundo turno, mas adversário está indefinido
Reprodução
Pesquisa Ibope em SP: levantamento de boca de urna aponta Doria no segundo turno, mas adversário está indefinido

Pesquisa boca de urna do Ibope divulgada após o fim da votação do primeiro turno aponta que, em São Paulo, João Doria (PSDB) tem 31% dos votos válidos e vai ao segundo turno com adversário ainda indefinido. Márcio França (PSB) e Paulo Skaf (MDB) aparecem com 21% dos votos válidos. Luiz Marinho (PT) registrou 12%. 

Veja os números da pesquisa Ibope em SP :

João Doria (PSDB): 31%

Marcio França (PSB): 21%

Paulo Skaf (MDB): 21%

Luiz Marinho (PT): 12%

Major Costa e Silva (DC): 4%

Rogerio Chequer (NOVO): 4%

Rodrigo Tavares (PRTB): 3%

Professora Lisete (PSOL): 3%

Marcelo Candido (PDT): 1%

Prof. Claudio Fernando (PMN): 0%

Toninho Ferreira (PSTU): 0%

Lilian Miranda (PCO): 0%

O intituto também fez pesquisa de boca de urna para o Senado em São Paulo, Major Olimpio aparece em primeiro, seguido por Mara Gabrilli e Eduardo Suplicy empatados tecnicamente. Acompanhe: 

Major Olimpio (PSL): 24%
Mara Gabrilli (PSDB): 17%
Eduardo Suplicy (PT): 15%
Tripoli (PSDB): 9%
Maurren Maggi: (PSB): 8%
Jilmar Tatto (PT): 7%
Diogo da Luz (NOVO): 5%
Mario Covas Neto (PODE) 5%
Cidinha (MDB) 2%
Educador Daniel Cara (PSOL): 2%
Profª. Silvia Ferraro (PSOL): 2%
Antonio Neto – 123 – PDT 1%
Jair Andreoni (PRTB) 1%
Marcelo Barbieri (MDB): 1%
Moira Lázaro Mandato Coletivo (REDE): 1%
Pedro Henrique de Cristo (REDE): 1%
Dra. Eliana Ferreira (PSTU): 0%
Mancha (PSTU): 0%
Nivaldo Orlandi (PCO): 0%
Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos

A pesquisa Ibope em SP está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) sob o protocolo SP-01991/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o protocolo BR-00825/2018. Foram entrevistados 6.800 eleitores. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 99%, ou seja, há probabilidade de 99% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral.