undefined
iG Arte/Agência Brasil
Pesquisa CNT/MDA mostra candidatos Jair Bolsonar (28,2%) e Fernando Haddad (17,6%) no segundo turno

candidato Jair Bolsonaro (PSL) segue na liderança da corrida presidencial, com 27% das intenções de voto, e mantém a distância para o candidato Fernando Haddad (PT), que é o favorito por 21% dos eleitores. O cenário foi registrado em pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (24) pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI).

Confira abaixo as intenções de votos registradas para cada candidato na nova pesquisa Ibope :

Jair Bolsonaro (PSL): 27% 
Fernando Haddad (PT): 21% 
Ciro Gomes (PDT): 12% 
Geraldo Alckmin (PSDB): 8% 
Marina Silva (Rede): 6% 
João Amoêdo (Novo): 3% 
Álvaro Dias (Podemos): 2% 
Henrique Meirelles (MDB): 2% 
Guilherme Boulos (PSOL): 1% 
Branco/nulos: 11% 
Não sabe/não respondeu: 7%

Os candidatos Cabo Daciolo (Patriota), Vera Lúcia (PSTU), João Goulart Filho (PPL) e José Maria Eymael (DC) não chegaram a atingir 1% das intenções de voto.

Segundo o levantamento, 28% dos eleitores disseram ser "alta ou muito alta" a possibilidade de deixarem de votar no candidato de sua preferência para evitar que um candidato que ele não gosta vença a eleição.

Leia também: Barroso recua após dizer que colegas "distribuem senha para soltar corruptos"

Bolsonaro perde para Haddad, Ciro e Alckmin em 2º turno, mostra pesquisa Ibope

undefined
Divulgação
Desempenho de Fernando Haddad em pesquisa Ibope passou de 22% para 21% das intenções de voto

Em eventual disputa entre Bolsonaro e Haddad no segundo turno, o petista seria eleito presidente com 42% dos votos, contra 38% do candidato do PSL, de acordo com a nova pesquisa. Os índices representam empate no limite da margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Brancos e nulos somam 16%, e 4% não souberam ou não quiseram responder.

Bolsonaro também perderia para Geraldo Alckmin (40% a 36% para o tucano), e para  Ciro Gomes (44% a 35% para o pedetista). O Ibope acusou vitória do ex-capitão do Exército em segundo turno apenas na simulação contra a candidata Marina Silva: 40% a 38% para Bolsonaro.

O candidato do PSL foi aquele que somou maior rejeição: 44% dos eleitores dizem que não votariam nele de jeito nenhum. Já Fernando Haddad e Marina Silva aparecem empatados em segundo lugar, com 27% de rejeição cada um.

Por outro lado, Bolsonaro é o candidato com eleitorado mais fiel: 55% dos seus eleitores afirmam que a escolha é definitiva. Haddad é o segundo também nesse quesito, com o voto garantido de 49% de seus apoiadores.

No início desta semana, o próprio Ibope havia divulgado levantamento realizado entre os dias 22 e 23 em que mostrava Bolsonaro com a mesma folga na liderança em relação a Haddad . O estudo apontava o candidato do PSL com 28% das intenções de voto, contra 22% do petista.

A pesquisa também auferiu a avaliação dos eleitores sobre o governo Michel Temer (MDB), que foi considerado ruim ou péssimo por 82% dos entrevistados. O índice era de 79% no último levantamento, realizado em junho. Apenas 4% classificaram a gestão Temer como boa ou ótima. 

A pesquisa Ibope contratada pela CNI ouviu 2 mil eleitores em 126 municípios entre os dias 22 e 24 de setembro. O nível de confiança estimado é de 95%.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários