Tamanho do texto

Boneco do ex-presidente não poderá ser inflado em atos na Esplanada dos Ministérios; manifestações pró e contra Lula devem reunir 20 mil amanhã

Pixuleco, boneco que representa o ex-presidente Lula em traje de presidiário, estará proibido nesta quarta-feira
Allan Sampaio/iG Brasília - 7.9.15
Pixuleco, boneco que representa o ex-presidente Lula em traje de presidiário, estará proibido nesta quarta-feira

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal anunciou um esquema especial de segurança para a Esplanada dos Ministérios em razão do julgamento do habeas corpus do  ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Supremo Tribunal Federal (STF), que está agendado para ter início às 14h da tarde desta quarta-feira (4).

Estão previstos para ocorrer simultaneamente protestos contra e a favor de Lula nas proximidades do Supremo. Encabeçam os atos em apoio ao ex-presidente a militância do próprio Partido dos Trabalhadores e o conglomerado de movimentos sociais Frente Brasil Popular. Já os protestos para cobrar a prisão do pestista são liderados pelo Movimento Brasil Livre (MBL), pelo Vem Pra Rua e pelo movimento Nas Ruas.

As autoridades de segurança do Distrito Federal estimam que cerca de 20 mil manifestantes devem se mobilizar em torno do julgamento que irá definir o futuro do ex-presidente amanhã.

Para evitar confrontos, o esquema especial de segurança em Brasília será colocado em prática já a partir da meia-noite, quando o Batalhão de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar do DF interditará o trânsito na zona central do Plano Piloto.

Leia também: Justiça atravessa seu momento "mais difícil e mais turbulento", diz Cármen Lúcia

Pixuleco proibido

Os grupos de apoiadores e opositores do ex-presidente serão separados por um corredor de policiamento ostensivo e uma fileira de grades com 1,2 metro de altura. Os que são contra a concessão do habeas corpus deverão ficar à direita da Esplanada, com concentração no Museu Nacional. Já aqueles que apoiam Lula ficarão à esquerda, com o Teatro Nacional como ponto de apoio.

Figura carimbada em protestos contra o ex-presidente, o boneco inflável batizado de ' Pixuleco ' foi proibido de entrar na área da Esplanada, bem como quaisquer outros balões e bonecos infláveis.

“Nosso objetivo é atender da melhor forma aos públicos, respeitando o direito de manifestação de todos”, garantiu o subsecretário de Operações Integradas da SSP do DF, , Julian Rocha Pontes, em reunião realizada nessa segunda-feira (2) com representantes dos movimentos e das forças de segurança.

Os grupos que pedem a prisão de Lula têm agenda de protestos em diversas cidades do País já nesta terça-feira (3). Em São Paulo, por exemplo, está agendada manifestação para às 19h desta noite em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista.

Leia também: "Justiça que tarda é Justiça falha", prega Dodge a um dia do julgamento de Lula

    Leia tudo sobre: lula