Tamanho do texto

Russomanno lidera pesquisa de intenção de votos para governador de SP, mas legenda quer que ele puxe votos para assegurar bancada na Câmara

Deputado Celso Russomanno (PRB) lidera intenções de voto para o Governo de SP, segundo Datafolha
Antonio Augusto/Câmara dos Deputados - 18.5.16
Deputado Celso Russomanno (PRB) lidera intenções de voto para o Governo de SP, segundo Datafolha

O deputado Celso Russomanno (PRB-SP) assumiu nesta semana a liderança da bancada do PRB na Câmara, após decisão unânime de seus colegas de partido. Ele substitui o deputado maranhense Cleber Verde na função.

O movimento é uma forma de o presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, e demais lideranças da sigla tentarem evitar que Celso Russomanno  decida  concorrer ao cargo de governador de São Paulo nas eleições deste ano.

O parlamentar lidera as intenções de voto para substituir Geraldo Alckmin (PSDB) no Palácio dos Bandeirantes, com 25% de preferência do eleitorado paulista, conforme apontou o Datafolha em seu último levantamento. A cúpula do PRB, no entanto, pretende aproveitar a força eleitoral de Russomanno na própria Câmara dos Deputados.

O partido possui atualmente 22 parlamentares na Casa, sendo que quatro desses 'devem suas cadeiras' ao ex-apresentador. Isso porque Russomanno foi o candidato a deputado federal mais votado do Brasil nas eleições de 2014, quando ele obteve mais de 1,5 milhão de votos. A quantia superou em muito o quociente eleitoral, dando vagas para os então candidatos Beto Mansur (atual vice-líder do Governo na Câmara), Sérgio Reis, Marcelo Squassoni e Fausto Pinato (hoje no PP).

Em declaração ao site oficial do PRB, Russomanno confirmou que uma das principais ambições da legenda é ampliar sua representatividade na Câmara. "Pretendemos aumentar a bancada de deputados federais este ano. Vamos chegar a 2019 com o partido muito maior e respeitado em todo o Brasil”, declarou.

Pelo poder e pelo dinheiro

Além de um maior poder de decisão, o número de representantes na Câmara também impacta nos cofres do partido. De acordo com a legislação eleitoral, são destinados 5% dos recursos do Fundo Partidário , em partes iguais, a cada uma das 35 agremiações existentes, enquanto os 95% restantes são repassados às legendas na proporção dos votos obtidos na última eleição para a Câmara dos Deputados.

O PRB de Russomanno atualmente recebe R$ 2,9 milhões mensais do Fundo Partidário – boa parte dessa quantia devida ao desempenho eleitoral do apresentador em 2014.

Leia também: Condenado na Lava Jato, irmão de José Dirceu é preso em Ribeirão Preto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.