Tamanho do texto

Para o presidente brasileiro, encontro renovou uma 'parceira efetivamente estratégica entre dois países de grande extensão'; agora Temer vai à Noruega

Em discurso, Michel Temer ressaltou que
Divulgação/Palácio do Planalto
Em discurso, Michel Temer ressaltou que "atualizou" Putin sobre a "modernização" da economia brasileira

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, recebeu o seu homólogo brasileiro, Michel Temer (PMDB), em Moscou, nesta quarta-feira (21) e os dois mandatários assinaram diversos acordos comerciais bilaterais.

Leia também: Temer desembarca em Moscou um dia após PF apontar indícios de corrupção

De acordo com Putin , as reuniões entre as comitivas das duas nações confirmaram seu interesse com o "desenvolvimento" na cooperação bilateral e disse que "os empresários russos estão investindo de maneira cativa no Brasil".

O presidente russo destacou também as parcerias feitas no setor de infraestrutura, especialmente, na energia e nas ferrovias brasileiras e destacou que a parceria deverá ser reforçada.

Em um encontro bastante amigável, Temer destacou que sua viagem à Rússia renovou "uma parceria efetivamente estratégica entre dois países de grande extensão". Além disso, o peemedebista ressaltou que é preciso que as duas nações se unam no cenário internacional.

Neste momento, ele alertou também para a importância da intensificação da parceria nos organismos internacionais, como o G20, que reúne as 20 maiores economias do mundo, e no grupo Brics – que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Presidente da Rússia, Vladimir Putin, recebeu seu homólogo brasileiro, Michel Temer, nesta quarta-feira
Divulgação/Palácio do Planalto
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, recebeu seu homólogo brasileiro, Michel Temer, nesta quarta-feira

Temer aproveitou ainda para destacar o aumento do comércio bilateral em 2017 e, em um pronunciamento feito após o encontro com o mandatário russo, informou que apresentou pontos de cooperação em "outras áreas" de desenvolvimento e que quer os russos ajudando no progresso científico e tecnológico brasileiro.

Leia também: Evidências indicam "com vigor" que Temer praticou corrupção, diz Polícia Federal

"Estou certo que hoje demos um passo importante a este futuro", acrescentou o brasileiro agradecendo a hospitalidade e a recepção do governo russo durante sua visita ao país.

Em outro momento do discurso, o presidente brasileiro ressaltou que "atualizou" o russo sobre a "modernização" da economia brasileira e sobre seu programa de reformas, como havia feito a empresários russos na noite desta terça-feira (20).

Rumo à Noruega

O encontro, após reuniões com a senadora Valentina Matvienko e com o premier Dmitry Medvedev, era o último compromisso de Temer na Rússia nesta quarta-feira.

Leia também: Em setembro, Temer retornou ao Brasil em meio a escalada de protestos contra seu governo

De saída da terra de Putin, o peemedebista segue agora em sua viagem internacional e vai para Oslo, na Noruega, onde se reunirá com investidores e terá um encontro com o rei Harald V, a primeira-ministra Erna Solberg e o presidente do Parlamento, Olemic Thommessen.

* Com informações da Agência Ansa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.