Tamanho do texto

Política do Psol, que está em seu quarto mandato como deputada federal, é a terceira a registrar candidatura ao cargo; eleição será nesta quinta-feira

Deputada Luiza Erundina (PSOL-SP) durante sessão do impeachment na Câmara dos Deputados, em abril de 2016
Nilson Bastian/ Câmara dos Deputados - 17.04.16
Deputada Luiza Erundina (PSOL-SP) durante sessão do impeachment na Câmara dos Deputados, em abril de 2016

A deputada Luiza Erundina (Psol-SP) registrou, durante a tarde desta quarta-feira (1º),  a sua candidatura à presidência da Câmara dos Deputados. A eleição para os onze cargos que compõem a Mesa Diretora da Casa está prevista para começar às 9h desta quinta-feira (2).

LEIA MAIS: Deputado Júlio Delgado lança candidatura à presidência da Câmara

Erundina, que está em seu quarto mandato como deputada federal, é a terceira a registrar candidatura ao cargo, após os deputados Jovair Arantes (PTB-GO) e André Figueiredo (PDT-CE). A expectativa é que o atual presidente da Câmara dos Deputados , Rodrigo Maia (DEM-RJ) também registre sua candidatura nesta quarta.

Entre os pontos defendidos por Erundina como plataforma eleitoral estão a votação de uma reforma política e a valorização do papel ético-político da Câmara. A deputada também disse que pretende enfatizar a função fiscalizadora da Câmara e torná-la uma "usina de políticas públicas".

Nesta terça-feira (31), Maia, que até então não havia declarado oficialmente se concorreria ao pleito, anunciou sua candidatura

Deputada Luiza Erundina preside sessão informal na Câmara após vice-presidente encerrar sessão plenária, em maio
Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados - 05.05.16
Deputada Luiza Erundina preside sessão informal na Câmara após vice-presidente encerrar sessão plenária, em maio

No STF (Supremo Tribunal Federal), Maia defendeu a legalidade de sua candidatura, mesmo diante de questionamentos apresentados por seus adversários. O deputado afirma que a questão é um assunto interno da Câmara e que, por esse motivo, não tem de ser arbitrada pelo Judiciário.

Ele assegura ainda que a Carta Magna não proíbe a reeleição de quem cumpre mandato-tampão na Câmara. O deputado ocupa o cargo de presidente da Casa desde que o ex-deputado Eduardo Cunha deixou o poder, ao ser cassado, em julho do ano passado.

Além de Maia, também é aguardado o registro da candidatura do deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG) e de Rogério Rosso (PSD-DF).

Eleição na Câmara dos Deputados

Nesta quinta, serão eleitos um presidente, dois vice-presidentes, quatro secretários e quatro suplentes para a Mesa Diretora da Cãmara dos Deputados. Para ser eleito, o candidato precisa de maioria absoluta dos votos em primeira votação ou ser o mais votado no segundo turno. A votação é secreta e realizada em cabines eletrônicas.

LEIA MAIS: Deputado pede ao Supremo que Maia fique impedido de conduzir eleição na Câmara

O prazo de registro de candidaturas na Câmara dos Deputados vai até as 23 horas desta quarta-feira, quando haverá o sorteio da ordem dos candidatos na urna eletrônica.

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.