Tamanho do texto

Ministro Teori Zavascki morreu nesta quinta (19) em um acidente de avião no Rio de Janeiro; a presidente do Supremo Tribunal Federal disse que ainda não estudou como ficará o andamento dos processos da Operação Lava Jato

Teori Zavascki, Carmen Lúcia e Marco Aurélio: presidente do Supremo Tribunal Federal embarcou às 14h para Porto Alegre
STF
Teori Zavascki, Carmen Lúcia e Marco Aurélio: presidente do Supremo Tribunal Federal embarcou às 14h para Porto Alegre

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, embarcou nesta sexta-feira (20) por volta das 14h para Porto Alegre, onde acompanhará os preparativos para o velório do ministro Teori Zavascki, que morreu na quinta-feira (19) em um acidente de avião em Paraty  (RJ). Ao chegar a capital gaúcha, a ministra deve visitar a família do ministro.

A pedido de família, o velório será no sábado (21) na sede do Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, onde Teori Zavascki iniciou sua carreira na magistratura e não no Salão Branco da Corte. O horário não foi confirmado.

Colegas de Teori no Supremo e ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), tribunal em que o ministro trabalhou antes de chegar ao STF, também devem comparecer ao velório.

Na quinta-feira (19), Cármen Lúcia disse que não estudou como ficará o andamento dos processos da Operação Lava Jato. Teori Zavascki era o responsável pela condução das investigações na Corte . “Não estudei nada por enquanto. A minha dor é humana, como eu tenho certeza é a dor de todo brasileiro por perder um juiz como esse", disse.

Cármen Lúcia recebeu a notícia da morte de Teori em Belo Horizonte e retornou no início da noite a Brasília para acompanhar o caso. Aparentemente abatida, a ministra foi diretamente do aeroporto ao Supremo para falar com os jornalistas sobre a morte de Teori, a quem chamou de “um amigo super afetuoso, leal, digno”.

Acidente

Teori Zavascki morreu nesta quinta-feira (19) em um acidente com um avião bimotor em Paraty, na região da Costa Verde fluminense. Segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), a aeronave decolou às 13h01 do Campo de Marte, em São Paulo, com destino a Paraty. Além do ministro, outras três pessoas estavam a bordo.

A morte do magistrado foi confirmada pelo filho do ministro do STF, Francisco Prehn Zavascki. Ele publicou no Twitter uma mensagem em que anunciava o falecimento do pai, que tinha 68 anos e era ministro do Supremo Tribunal Federal desde maio 2012 , quando foi nomeado pela então presidente do País Dilma Rousseff.

Anteriormente, em dezembro de 2002, Teori Zavascki havia sido indicado por Fernando Henrique Cardoso para ser ministro no Superior Tribunal de Justiça (STJ), sendo nomeado por Luiz Inácio Lula da Silva no ano seguinte (2003). * Com informações da Agência Brasil