Polícia Civil cumpre mandados em operação contra lavagem de dinheiro de chefe do tráfico da Cidade de Deus
Reprodução/redes sociais
Polícia Civil cumpre mandados em operação contra lavagem de dinheiro de chefe do tráfico da Cidade de Deus

A Polícia Civil deflagrou uma operação na manhã desta sexta-feira (1º) contra a lavagem de dinheiro do tráfico na localidade do 'Karatê', na Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio. No total são seis mandados de prisão. Três pessoas foram presas, sendo duas ao longo da semana e uma nesta sexta-feira.

Os policiais também cumprem 25 mandados de busca e apreensão e duas determinações de sequestro de imóveis no valor de R$ 3 milhões, expedidos pela 1ª Vara Criminal Especializada da Capital.

Os alvos são ligados a Ederson Jose Gonçalves Leite, o Sam, apontado como chefe do tráfico local. Sam estava em liberdade condicional após retornar do sistema penitenciário federal. Os mandados são contra familiares e laranjas utilizados para recebimento e lavagem de dinheiro.

Na entrada da localidade do Karatê, um muro de concreto atravessado por canos permite que criminosos observem a movimentação policial e disparem contra os agentes, funcionando como 'seteiras'.

Um cruzamento entre respostas do Registro Geral de Imóveis, das declarações de operações imobiliárias (DOI) do dossiê integrado da Receita Federal e das respostas de cartórios de notas com as promessas de compra e venda indicaram a ocultação de patrimônio e dissimulação da origem do tráfico de drogas através do "núcleo duro" de familiares dos indiciados Ederson José Gonçalves Leite, vulgo "Sam" e seu sobrinho Weverton Rodrigo Gonçalves de França, o "RD" ou "Cocão", os dois dominam a localidade do "Karatê", no Complexo da Cidade de Deus.

A investigação foi iniciada a partir de relatórios de inteligência financeira do Coaf e do E-Financeira da Receita Federal que identificaram movimentações milionárias e fracionadas e aquisições de imóveis de veículos.

A operação identificou 8.529 notas fiscais de aquisições de produtos, totalizando R$ 1,7 milhão, valor incompatível com os rendimentos declarados dos investigados.

A Polícia Civil também apurou que Sam explorava o monopólio de internet para lavar dinheiro.

A Secretaria de Estado de Polícia Civil informou que a facção criminosa Comando Vermelho atua diretamente nos roubos a veículos, pedestres, estabelecimentos comerciais e como quadrilhas de "saidinhas de banco" e extorsões mediante sequestro. "A região do Karatê é uma das mais violentas contra as forças policiais, com diversas mortes de agentes e ataques a helicópteros", diz em nota.

A operação desta sexta-feira (1) é do Departamento Geral de Combate ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (DGCOR-LD), com apoio do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE), da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), e da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD).

As investigações estão em sigilo para apurar outras condutas criminosas conexas e demais autores.

Por conta da operação, duas unidades de Saúde na região da Cidade de Deus suspenderam os serviços na manhã desta sexta-feira: a Clínica da Família Lourival Francisco de Oliveira e o Centro Municipal de Saúde Hamilton Land.

Moradores da Cidade de Deus e do entorno acordaram ao som do helicóptero da polícia e de tiros. "Tiro na CDD essa hora cara, eu estava feliz dormindo… Moro em frente e o helicóptero parece que tá sobrevoando no meu telhado", escreveu uma mulher no Twitter. "Bom dia pra quem acorda com helicóptero voando baixo. CDD começa o inferno às 6 horas da manhã", criticou um morador da comunidade.

De acordo com a Polícia Militar, há reforço no policiamento no entorno da Cidade de Deus, com patrulhamento do 18º BPM (Jacarepaguá) na Estrada dos Bandeirantes e na Rua Edgard Wernec. Os PMs prenderam um homem logo após ele soltar fogos para informar aos criminosos da presenda da polícia na comunidade. Com ele, foram apreendidos fogos de artifício e um rádio transmissor.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários