Reges Amauri Krucinski e Juliana de Freitas Alves
Reprodução
Reges Amauri Krucinski e Juliana de Freitas Alves

Reges Amauri Krucinski, de 43 anos, teve a autuação em flagrante convertida em prisão preventiva pela Justiça da Bahia, nesta segunda-feira, de acordo com a Polícia Civil da Bahia. O engenheiro confessou ter assassinado a tiros sua mulher, a jornalista Juliana de Freitas Alves, de 41 anos, na última sexta-feira, noite de réveillon, na cidade de Porto Seguro.

Juliana foi baleada três vezes na cabeça e uma no tórax. Ela chegou a ser socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu.

Krucinski foi preso com três armas em uma rua próxima ao local do crime. Ele estava ensanguentado, segundo o Correio da Bahia. O assassinato teria acontecido durante uma briga na presença de uma filha de Juliana, de 10 anos, e da babá.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários