Claudenora Cristina foi jogada de um penhasco em SP
Reprodução/ Agora
Claudenora Cristina foi jogada de um penhasco em SP


Um investigador da Polícia Civil de São Paulo foi preso nesta sexta-feira (22) por suspeita de ter assassinado uma mulher. André Araújo Maciel teria um relacionamento extraconjugal com a vítima, a camareira Claudeonora Cristina Henrique Souza, segundo informações divulgadas pela polícia.


O crime aconteceu em São Sebastião, no litoral norte do estado. O agente teria jogado a mulher de um penhasco.


De acordo com o Agora, uma sobrinha da vítima, Carolina Pereira de Melo, contou que os dois tiveram um relacionamento iniciado em junho deste ano e rompido há pouco tempo. "Na última semana [em setembro], ele ia direto lá na casa dela chorando e pedindo para voltar, mas a minha tia não queria de jeito nenhum", relatou.

Leia Também


Claudeonora era procurada pela família desde o dia 29 de setembro - ela foi vista pela última vez no dia 28, quando saiu do trabalho. Seu corpo, no entanto, só foi encontrado nesta quarta-feira (20).


Imagens de câmeras de segurança registraram o momento em que ela saiu do posto de trabalho e se dirigiu a um ponto de ônibus. Depois disso, um carro prata estacionou em sua frente e a mulher entrou no veículo. Na sequência, o carro foi visto seguindo em direção à estrada do Pouso Alto.



De acordo com a publicação, o corpo de Claudeonora permanecia no Indtituto Médico Legal (IML) ao menos até as 15h30 desta sexta (22). Já o suspeito, André Araújo Maciel, nega o crime. Ele é casado e lotado na 1ª Delegacia de Polícia de São Sebastião. A Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP) anunciou a abertura de inquérito para apurar os fatos e a Corregedoria da Polícia Civil, um procedimento disciplinar contra o investigador.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários