Portal dos Procurados faz postagem confirmando a morte do traficante Piranha do Castelar
Redes sociais
Portal dos Procurados faz postagem confirmando a morte do traficante Piranha do Castelar

O Portal dos Procurados confirmou a morte de um dos suspeitos de envolvimento no desaparecimento dos três meninos de Belford Roxo , na Baixada Fluminense, o traficante José Carlos dos Prazeres Silva, conhecido como Piranha do Castelar. Em uma postagem no Twitter, realizada no início da tarde deste domingo, o portal ainda afirma que Piranha teve o corpo esquartejado, a mando de Wilton Carlos Quintanilha, o Abelha, integrante da cúpula do Comando Vermelho (CV).

A informação de que o criminoso da Baixada foi condenado a morte no tribunal do tráfico começou a circular das redes sociais, por volta das 16h40 de sábado. Em uma publicação, uma página chega a publicar que Piranha teve o corpo cortado no Campo da Ordem, localizado na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha.

Segundo a Polícia Civil, os líderes do CV em liberdade, Abelha e Edgard Alves de Andrade, além de outros integrantes da cúpula que estão presos, ordenaram que Piranha fosse até o Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio, para prestar esclarecimentos sobre o desaparecimento e morte de Lucas Matheus, de 9 anos, Alexandre Silva, de 11, e Fernando Henrique, de 12.

Após uma longa sessão de tortura, comandada por Doca e Abelha, Piranha teria sido morto por volta das 16h deste sábado. Ele era foragido da justiça e o Portal dos Procurados oferecia recompensa de R$ 1 mil para quem ajudasse a polícia com informações que levassem a sua prisão.

Cúpula do CV faz investigação interna sobre desaparecimento das crianças.

De acordo com informações policiais, a cúpula da facção estaria fazendo uma espécie de inquisição para descobrir quem foram os responsáveis pelo crime bárbaro, cometido em dezembro de 2020.

Leia Também

Meninos desaparecidos de Belford Roxo
Reprodução/redes sociais
Meninos desaparecidos de Belford Roxo


Piranha teria sido, pelo menos, o quarto traficante do Castelar a ser condenado a morte no tribunal do tráfico do CV, só por conta do desaparecimento das crianças.

O primeiro criminoso a ser morto por ordem da cúpula, teria sido Wiler Castro da Silva, conhecido como Stala, de 35 anos. Ele também era gerente do tráfico na comunidade de Belford Roxo e investigado pelo desaparecimento dos meninos.

Outros dois envolvidos com a criminalidade no Castelar que foram condenados a morte no tribunal do CV, foram Farol e Tia Paula. Todos foram executados no Complexo da Penha após serem torturados.

Segundo a polícia, as agressões seriam uma tentativa da cúpula em fazer com que os suspeitos contassem quem foram todos os envolvidos no crime bárbaro contra os três meninos. Acredita-se que mais traficantes também já tenham sido assassinados. Entretanto, até o momento, nenhum corpo foi encontrado.
A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense ainda faz buscas para tentar localizar os corpos das crianças.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários