Joice Maria da Glória
Arquivo pessoal
Joice Maria da Glória




O pedreiro de 56 anos,  que foi preso por confessar ter matado e concretado a jovem Joice Maria da Glória Rodrigues, de 25 anos, em São Vicente (SP), afirmou que o saco de calcinhas encontrado no local do crime é dele. Ainda de acordo com informações do G1, o criminoso também disse que gostava de usar tais peças intímas. 

O caso

Um pedreiro de 56 anos admitiu ser o autor do assassinato da jovem Joice Maria da Glória Rodrigues, de 25 anos, em São Vicente, litoral de São Paulo.

Ela estava desaparecida há mais de uma semana, desde o dia 27 de setembro, e foi encontrada concretada em uma obra na Rua Senador Lúcio Bittencourt, no bairro Esplanada dos Barreiros, no município litorâneo.

Preso na terça-feira (05), o pedreiro afirmou que utilizou drogas ilícitas, manteve relações sexuais com Joice, estrangulou a jovem e depois a concretou na obra em que trabalhava. As informações são do G1.

Leia Também


No local do crime, foram encontrados pinos plásticos utilizados para guardar cocaína, bem como uma sacola com calcinhas. O corpo de Joice foi achado nu, com uma camisa em volta de seu pescoço. Além do pedreiro que confessou o crime, outro suspeito foi preso pela polícia.






    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários