Vídeo foi divulgado nesta segunda-feira e gerou repúdio
PrintScreen/ Vídeo Instagram @guilhermeboulos.oficial
Vídeo foi divulgado nesta segunda-feira e gerou repúdio


Um policial militar foi filmado agredindo uma mulher negra no município de Guarapari, no Espírito Santo. O caso foi registrado no último sábado (25), mas ganhou maior repercussão nesta terça-feira (28) com a circulação de um vídeo que registra as agressões.


Segundo o G1 ES, a Polícia Militar do estado disse que os agentes foram acionados para dar apoio ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) porque a mulher estaria em surto e agressiva. Mas o que as imagens mostram é o policial dando socos e joelhadas na mulher, antes de detê-la no chão com ajuda de um colega.


Diante da repercussão do caso, a PM informou que a Corregedoria abriu um inquérito para apurar a conduta dos policiais. A instituição não informou, no entanto, se os agentes serão ou se já foram afastados.


Por meio do Twitter, o governador do estado, Renato Casagrande, chamou o fato de "inaceitável". "Determinei ao Comando Geral da Polícia Militar a apuração rigorosa e providências imediatas referente aos fatos registrados em Guarapari, no último sábado, que tiveram os vídeos divulgados hoje. A conduta em evidência não representa os valores da nossa polícia", compartilhou o gestor. 


O vídeo (contém imagens fortes) com as agressões foi compartilhado pelo coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, Guilherme Boulos (PSOL). No Instagram, o líder político classificou o caso como exemplo de "racismo, covardia e sentimento de impunidade".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários