Homem foi preso nessa quinta-feira (16)
Reprodução / TV Record
Homem foi preso nessa quinta-feira (16)

Um homem foi preso suspeito de ter asfixiado e jogado o próprio filho, de 10 anos, do 11º andar de um prédio na Fazenda Aricanduva, zona leste de São Paulo . O nigeriano estava foragido desde junho deste ano, quando o crime aconteceu, e foi detido nessa quinta-feira (16) na capital paulista. As informações são da TV Record .

A Polícia Militar afirmou que o suspeito, identificado como Celestine Anyaso, teria matado a criança para se vingar da ex-mulher . O nigeriano tinha guarda compartilhada do menino e teria cometido o crime em um dos dias que estava com o filho.

De acordo com a ex-mulher de Celestine, eles tiveram um relacionamento, mas não viviam mais juntos desde o nascimento da criança. Depois disso, ele já foi preso por tráfico de internacional de drogas e, após passar 10 anos na cadeia, foi solto em janeiro de 2020.

Pai é suspeito de matar o filho de 10 anos
Reprodução / TV Record
Pai é suspeito de matar o filho de 10 anos

Nisso, o homem teria procurado a família e pedido a guarda compartilhada do filho. A mãe do menino liberou que ele passasse um fim de semana com o pai em junho deste ano, quando ocorreu o crime. A criança foi asfixiada, jogada de 11 andares de um prédio, chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

Em seguida, o nigeriano havia sido detido para prestar depoimento. Na ocasião, ele disse que o menino tinha se jogado do edifício e foi liberado. Os exames, no entanto, constataram que a vítima morreu por asfixia mecânica antes da queda. Além disso, foram encontrados vestígios de sangue no apartamento de Celestine.

Depois disso, o pai passou a ser o principal suspeito do crime, mas fugiu. Nessa quinta ele foi encontrado, detido e levado ao 8º distrito policial da capital, onde segue mantido sob custódia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários