Hematomas no corpo da adolescente que denunciou ter sido violentada por namorado em Corumbá de Goiás
Reprodução/TV Anhanguera
Hematomas no corpo da adolescente que denunciou ter sido violentada por namorado em Corumbá de Goiás

Os pais de duas adolescentes, de 13 e 16 anos, denunciaram um garoto de 16 anos por agredir a filha mais velha, com quem ele namorava, e estuprar a mais nova, em Corumbá de Goiás, a 113 km de Goiânia. O caso foi registrado na Polícia Civil e está sendo investigando.

De acordo com os pais das meninas, a situação ocorreu enquanto eles não estavam em casa. “Ele esperava a gente sair para trabalhar para pular o muro. Ficava falando as coisas para ela [filha de 13 anos], passando a mão nela, pedindo beijo para ela, falando que não era para ela contar nada para ninguém, nem para a irmã dela. [Dizendo] Que ele terminaria o namoro”, contou a mãe.

Eles informaram a polícia que o adolescente também agredia a namorada, a garota de 16 anos. Fotos (acima) mostram hematomas no corpo da menina. Ela gravou um áudio para uma amiga no momento em que apanhava do adolescente. “Por favor, não me bate. Você não vai pegar meu celular não”, disse enquanto chorava.

"Nossa filha estava sendo espancada e a gente não sabia", afirmou a mãe.

A amiga que recebeu o áudio alertou os pais das meninas sobre o caso, para que denunciassem à polícia. “Através de colegas dele, ele fica tentando entrar em contato com as meninas, pelo celular da maior, que era namorada dele. Ele está quebrado, está lá na delegacia”, disse o pai das garotas.

Segundo a polícia civil, o adolescente de 16 anos e a mãe dele foram intimados a prestar depoimento nesta semana. O garoto pode responder por ato infracional análogo a estupro de vulnerável.

- Com informações do G1.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários