Policial dispara fuzil para acabar com manifestação de mulheres em frente à delegacia de Paraty, no Rio de Janeiro
Reprodução
Policial dispara fuzil para acabar com manifestação de mulheres em frente à delegacia de Paraty, no Rio de Janeiro

Uma manifestação feminista pelo fim do feminicídio terminou de forma violenta na última segunda-feira, 10, em frente à delegacia de Paraty, no estado do Rio de Janeiro. Um policial fez disparos de um fuzil e rasgou cartazes colocados pelos manifestantes na frente da delegacia. Um vídeo que flagrou o momento circula na internet. Não há registros de feridos.

Aproximadamente 50 pessoas protestavam em frente à delegacia de Paraty quando um agente armado com um fuzil saiu e fez dois disparos.

"Algumas [mulheres] foram colar cartazes na frente do vidro da polícia. E de repente sai de dentro um policial com um fuzil na mão (sem uniforme e sem máscara) que deu dois tiros no chão, do lado de mulheres e crianças que protestavam pacificamente. Ficamos muito assustadas e chocadas com tanta violência e abuso do poder", disse ao G1 uma das mulheres que estava no local, que preferiu não ser identificada.

Assista ao vídeo do momento:



A testemunha ainda comentou que o protesto pedia "o fim da violência contra as mulheres", mas que elas receberam "mais violência da polícia".

A Polícia Civil informou que instaurou um procedimento para apurar os fatos, inclusive a conduta do policial. Também foi marcada uma reunião com a liderança do movimento de mulheres para esta terça-feira, 11, para ouvir suas reivindicações.

As informações são do portal G1.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários