Empresários receberam dose da vacina contra Covid-19 de maneira ilegal, fora da ordem de prioridade
Reprodução: iG Minas Gerais
Empresários receberam dose da vacina contra Covid-19 de maneira ilegal, fora da ordem de prioridade

A Polícia Federal (PF) encontrou soro hospitalar na casa de uma enfermeira ligada ao caso dos empresários que compraram ilegalmente doses de vacina contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2) em Belo Horizonte.

Uma das frentes investigadas pelos investigadores da PF é de que os empresários mineiros foram vítimas de um golpe , e receberam uma dose de soro ao invés do imunizante. Segundo a Revista Piauí, que denunciou o caso na semana passada, casa pessoa pagou R$ 600 pelas duas doses.

A enfermeira que aparece no vídeo aplicando as supostas doses da vacina em uma garagem de uma empresa de ônibus foi alvo de busca e apreensão nesta terça (30).

Segundo a publicação, o imunizante que teria sido usado era da Pfizer . Contudo, o laboratório farmacêutico nega ter vendido qualquer dose da vacina fora do Programa do ministério da Saúde.


(Sob supervisão de Valeska Amorim)


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários