Hilda acusa taxista de desferir frases racistas contra ela durante viagem
Arquivo pessoal
Hilda acusa taxista de desferir frases racistas contra ela durante viagem

Hilda Maria, de 36 anos, acusa uma taxista por injúria racial cometida contra ela na última quarta-feira (16), em Itapetininga, no interior de São Paulo.

Ao entrar no veículo da motorista, chamada Vilma, a manicure Hilda teria sofrido a primeira agressão . A taxista teria dito que “só pegava preto porque precisava de dinheiro”.

A corrida era compartilhada, e outros passageiros entraram no carro. A motorista voltou com os insultos raciais apenas quando Hilda voltou a ficar sozinha no carro.

Ao chegar no destino, Vilma disse: “pode descer, macaca. Você já chegou no seu ponto”.

Sem reação, a vítima chegou em sua casa e na sequência pegou outro táxi para ir até a delegacia registrar um boletim de ocorrência . A delegada Valéria Morat declarou que “a polícia vai começar as diligências para identificar e encontrar a condutora do táxi".

"É difícil passar por uma situação dessa, ainda não caiu a ficha. Não dormi direito a noite, foi difícil de dormir à noite", conta Hilda Maria ao UOL, ao relatar que essa foi a primeira vez que sofreu racismo .


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários