Droga deveria ter sido incinerada
Reprodução
Droga deveria ter sido incinerada


Seria cômico se não fosse trágico: a Polícia Civil de São Paulo não sabe explicar como 593 kg de maconha foram trocados por cacos de tijolo dentro de uma delegacia. A droga estava armazenada em um distrito policial na zona norte da cidade desde 2013.


Segundo apurou o Uol, a situação foi descoberta por agentes do 90º Distrito Policial (Parque Novo Mundo) há 9 meses, quando a droga seria incinerada. A Corregedoria, órgão fiscalizador da instituição, chegou a investigar o caso, mas não indiciou ninguém pelo sumiço do entorpecente.  

De acordo com a Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP), a ocorrência virou inquérito na mão da 2ª Divisão de Crimes Funcionais da Corregedoria e relatado à Justiça em 17 de dezembro de 2019, mas sem indiciamento.

Ainda segundo a SPP, o caso foi arquivado em janeiro desse ano após manifestação do Ministério Público do Estado de São Paulo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários