Igreja Adventista do Sétimo Dia Itanhaém
Reprodução/Google Maps
Caso aconteceu na cidade de Itanhaém, no litoral de São Paulo.

Um missionário da Igreja Adventista do Sétimo Dia foi preso na tarde do último domingo (9) na cidade de Itanhaém , no litoral de São Paulo, depois de ter abusado sexualmente de uma criança de quatro anos . O homem, um peruano de 31 anos de idade, havia sido convidado para um projeto assistencial e estava hospedado nas dependências da igreja.

Leia também:  Menino de 11 anos é suspeito de matar padrasto para proteger a mãe e o irmão 

O crime foi denunciado pela mãe da criança, que presenciou toda a cena. A Igreja chamou a polícia, que prendeu o peruano . Segundo o boletim de ocorrência, o criminoso teria pego a mão da criança, colocado em seus órgãos genitais e realizado movimentos repetitivos. Depois de ser interrogado pelos membros da igreja, o homem foi encaminhado à delegacia da cidade. Ele confessou o crime e foi preso em flagrante por estupro de vulnerável.

Em nota, a igreja afirmou que está oferecendo apoio à vítima e à mãe. A instituição disse ainda que repudia quaisquer atos de violência e que, regularmente, promove ações de conscientização contra o abuso sexual infantil . O consulado do Peru foi contatado e enviou um representante para atender criminoso. 

    Veja Também

      Mostrar mais