jovens mortos
Reprodução / Redes Sociais
Jovens foram encontrados mortos dentro de um carro na noite da quinta-feira (6).

A morte de três amigos que estudavam na mesma escola e moravam na comunidade de Paraisópolis, na zona sul de São Paulo, está sendo investigada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os corpos foram encontrados nesta quinta-feira (6), em um carro abandonado na rua Castro Verde, na Chácara Santo Antônio. 

Leia mais: Polícia identifica grupo que oferece serviço de transporte com preços abusivos

De acordo com os familiares, os adolescentes Gustavo de Oliveira, de 16 anos, Lionildo Oliveira dos Santos, de 18 e Erinaldo José da Silva, de 19 foram r etirados à força de casa durante a noite, enquanto dormiam. Quatro homens encapuzados seriam os responsáveis pelo sequestro

Os suspeitos se identificaram como policiais civis e informaram que levariam os adolescentes para a delegacia . Nenhum dos três adolescentes tinha passagem pela polícia ou envolvimento com o crime.

A mãe de Lionildo, Luiza Oliveira, disse ao portal R7 que o filho pediu socorro. "Ele gritava 'mãe, me ajuda'. Eu fui atrás, puxei meu filho deles, mas eles me jogaram em cima de uma porta de mercado e colocaram ele no carro". Três tiros foram disparados para o alto depois de Lionildo ser levado.

Luiza chegou a ir ao 89º DP (Portal Morumbi) na tentativa de localizar Lionildo, mas o filho não estava lá. Horas depois, ela recebeu uma ligação informando que o garoto estava morto

Na casa de Gustavo, os suspeitos perguntaram por um "Orelha". "Depois descobri que ele mora umas três casas depois, numa casa azul. A minha também é azul". Uma professora informou que o carro, do modelo Honda Fit, usado para levar os jovens foram vistos rondando a escola em que eles estudavam. 

Leia também: Ladrões sequestram motorista com carreta de combustível e fogem após incêndio

Dois garotos estavam mortos no porta-malas, com o banco traseiro abaixado e o terceiro estava no local do motorista, com marcas de queimaduras. Os três corpos tinham sinais de violência e dois deles estavam com evidências de enforcamento . Um galão de combustível foi encontrado perto do local. 

A Polícia Civil acredita que as vítimas foram executadas antes do carro ser abandonado. 

    Veja Também

      Mostrar mais