Crianças teriam sofrido abusos durante os meses em que foram morar com a mãe e o suspeito.
Istockphoto
Crianças teriam sofrido abusos durante os meses em que foram morar com a mãe e o suspeito.

Uma menina de 13 anos relatou ser vítima de estupro coletivo na quarta-feira (1) na cidade de Várzea Grande, no Mato Grosso. Ela teria conhecido dois jovens em uma rede social e foi convidada por eles para ir até uma festa de ano novo em uma tabacaria.

A garota relatou que, ao chegar na tabacaria, fez uso de narguilé e de bebida alcoólica que foi oferecida por pelo menos quatro outros jovens que estavam no local. Em pouco tempo, ela teria começado a passar mal e “apagou”, sem se lembrar de nada.

Leia também: Jovem é atropelado e esmagado pela polícia durante protesto no Chile; assista

No dia seguinte, por volta das 12h, ela foi para a casa da avó. No local, ao ir tomar banho, percebeu que a calcinha estava rasgada e tinha vestígios de esperma.

O caso é investigado pela Delegacia Especializada do Adolescente de Várzea Grande e um exame de conjunção carnal deve ser realizado para confirmar o estupro. Os dois jovens que a chamaram para a festa também eram menores de idade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários