Tamanho do texto

Moradora do condomínio teria emprestado R$ 65 mil a porteiro e foi achada esganada dentro do próprio apartamento na Zona Leste de São Paulo

Sirene arrow-options
Creative Commons
Sirene policial [imagem ilustrativa]

Um porteiro e dois seguranças de um condomínio no bairro de Sapopemba, na Zona Leste de São Paulo, foram presos por suspeita na morte de uma aposentada que morava no local. Segundo a polícia, Ivani Aparecida foi morta semanas depois de ter o apartamento revirado.

De acordo com a TV Globo, os familiares de Ivani afirmaram que ela emprestaria dinheiro a juros e teria fornecido R$ 65 mil ao porteiro do local para que ele finalizasse uma transação imobiliária.

Leia também: Moradora de rua morta ao pedir R$ 1 usaria dinheiro para comprar pão

O delegado responsável pela operação afirmou que conversas encontradas nos celulares dos três comprovam a intenção de matar a aposentada . Eles estão presos à disposição da Justiça.