Apelidado de
Polícia Civil do Espírito Santo
Apelidado de "Siri" no tráfico, rapaz foi preso em casa

A Polícia Civil do Espírito Santo cumpriu um mandado de prisão contra o comandante do tráfico da cidade de Santa Maria de Jetibá, no Espírito Santo. Tetraplégico , Ciro Batista de Oliveira, de 39 anos, comandava as bocas de fumo da região deitado em uma cama com ajuda da tecnologia.

“Mesmo com a limitação e o fato de estar preso constantemente em cima de uma cama, ele controlava todo o tráfico. O suspeito ficou tetraplégico depois de tentarem assassiná-lo, em 2014. A motivação está relacionada ao tráfico de entorpecentes”, afirmou o delegado Fabrício Lucindo.

Leia também: Web do tráfico: empresa de internet é suspeita de ligação com bandidos no Rio

O local no qual Ciro, apelidado de “Siri”, morava era cercado por câmeras e muros altos para vigiar a região. Segundo a polícia, ele usava redes sociais para fazer a contabilidade e contatar os traficantes.

A polícia encara Ciro como mentor intelectual do tráfico na região, já que ele fornece drogas, organiza movimentação dos entorpecentes e traficantes na Grande Vitória e chega a fazer ponte entre advogados e traficantes presos para habeas corpus.

Ele foi indiciado por tráfico de drogas e associação ao tráfico, sendo encaminhado ao Centro de Triagem de Viana para ficar à disposição da justiça.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários