Tamanho do texto

Simone Miguel Augusto, de 49 anos, chefiava o tráfico no Morro do Engenho; sua família é conhecida como 'Bonde do Panda' ou 'Tropa do Urso'

família arrow-options
Divulgação
Simone Miguel Augusto com os filhos. Família é conhecida como Bonde do Panda. Na imagem, referência ao animal no pôster e no colar de ouro de Edmar

Policiais da 14ª DP (Leblon) prenderam, na tarde dessa quarta-feira, Simone Miguel Augusto, de 49 anos, em uma acessos ao Morro do Engenho, na Zona Norte do Rio. Contra ela, havia um mandado de prisão por uma condenação por tráfico de drogas. Simone estava foragida há nove anos e, seu marido, Edmar Manoel de Oliveira, de 53 anos, tem 20 anotações criminais por homicídios, roubos qualificados, tráfico de drogas. Edmar está preso há 11 anos.

Leia também: Polícia apreende quase 1 tonelada de maconha em falso ônibus escolar no Paraná

Os filhos do casal, Edmar Manoel de Oliveira Júnior, o Edmarzinho, de 30 anos, e Allan Augusto Oliveira, de 32, estão foragidos. Eles são acusados de participar, com a mãe e Edmar, do comando do tráfico de drogas na Cruzada São Sebastião, no Leblon, Zona Sul do Rio.

A família é conhecida como 'Bonde do Panda' ou 'Tropa do Urso'. O apelido foi dado a Edmar, que tem manchas escuras ao redor dos olhos. Em imagens obtidas durante as investigações da 14ª DP, a família aparece com desenhos do personagem pintado em paredes segurando armas. Nas fotos, eles ostentam ainda joias de ouro com o Urso Panda estampado.

De acordo com o delegado Antenor Lopes, titular da distrital, o grupo lidera a organização criminosa que age na Cruzada São Sebastião há cerca de 30 anos. Atualmente, o local funciona como um entreposto do tráfico, recebendo drogas da Rocinha e vendendo para usuários de bairros nobres da cidade.

"Assumimos essa investigação no começo do ano, assim que chegamos na DP, para identificar e prender os criminosos que atuam e atuavam na Cruzada São Sebastião. Há sua semanas prendemos 10 pessoas, entre elas a gerente do tráfico de drogas. Com anotações e informações que recebemos, descobrimos que essa gerente era ligada à matriarca."

"Descobrimos também que eles atuam na localidade — que é de fácil acesso para o fornecimento de drogas para vários bairros da Zona Sul. Eles são ligados ao Comando Vermelho , mesma facção que atua na Rocinha. Na Cruzada São Sebastião existe uma estrutura de tráfico de drogas com funções definidas", disse Antenor.

Leia também: Massagista de São Paulo famoso na internet é acusado de cometer abuso sexual

Patriarca da família, Edimar Manoel de Oliveira, o Dimas da Cruzada, foi preso em março de 2008, acusado de matar uma professora de catequese. Vitória Lúcia Marques Kurrik acompanhava o padre Frank Luiz Franciscatto, que também foi baleado na ação em Botafogo, Zona Sul do Rio, em dezembro de 2007.