A Polícia Militar Ambiental prendeu 6 pessoas em Campinas, responsáveis pela soltura deste monstruoso balão que poderia facilmente derrubar um avião ou causar um
Policia Militar Ambiental / DIVULGAÇÃO
A Polícia Militar Ambiental prendeu 6 pessoas em Campinas, responsáveis pela soltura deste monstruoso balão que poderia facilmente derrubar um avião ou causar um

Existem balões com 50 metros de altura, cuja mecha é um botijão de gás? A Polícia Militar Ambiental apreendeu esse aí de cima. Sabe qual a diferença do potencial ofensivo deste balão para os menores? Praticamente nenhuma. 

Leia também: Polícia Militar Ambiental: o "190" da Natureza

"Enquanto voam, os balões representam um perigo real ontra o trafego aéreo, justamente nos momentos mais delicados para as aeronaves: durande o pouso e a decolagem. Quando o balão cai, sobre uma casa ou indústria, o risco do fogo com perda de vidas e patrimônio é altíssimo, e quando a queda é na mata, o incêndio é praticamente garantido, causando a destruição da flora e consequentemente do habitat dos animais locais", diz o Coronel PM Alberto Malfi Sardilli, Comandante da Policia Militar Ambiental do Estado de São Paulo.

Com 32 anos de serviços prestdos à população na Policia Militar, o Coronel Sardilli está à frente do Policiamento Verde, desde novembro de 2016. As estatísticas da sua gestão na PMA falam por si próprias, como a execução de mais de 200.000 intervenções policiais, os quase R$ 250 milhões em multas aplicadas, as 1.176 armas de fogo apreendidas e os mais de 53.000 animais silvestres recuperados, tratados e na sua maioria devolvidos ao seu habitat natural. 

Leia também: A arte retrata o incrível trabalho da nossa Policia Militar Ambiental

Você viu?

Uma das atividades que a PMA desenvolve de forma vigorosa, mas que poucos conhecem, é a intensa repressão contra a fabricação, transporte e soltura de balões.

As operações contra os baloeiros passaram a ser intensificadas, após Associação Brasileira de Pilotos da Aviação Civil (ABRAPAC) publicar uma carta aberta em 2017, alertando para a situação critica de perigo iminente que os balões representam para as aeronaves.

Veja abixo algumas fotos de operaçoes de repressão aos baloeiros:

"O foco que demos nas nossas ações de repressão, foi transformar a soltura de balões numa atividade de alto risco, atacando o bolso dos criminosos. Através de um trabalho de inteligência, fechamos dezenas de fábricas e apreendemos equipamentos. Quem é flagrado transportando um balão tem seu veículo imediatamente apreendido. Em 2018 a ABRAPAC voltou a publicar outra carta aberta, novamente com fortes criticas aos órgãos públicos ligados à segurança aérea, com exceção à Polícia Ambiental. Missão cumprida!", diz o Coronel Sardilli

Clique nesse link  e veja a matéria que o Bom dia Brasil, da Rede Globo, fez sobre esse assunto 

“A melhor forma de prevenir crimes contra o meio ambiente é através da conscientização da sociedade. Nos oferecemos programas educativos presenciais para toda a rede estadual de ensino, e através da nossa Patrulha Comunitária Rural conduzimos ações de aproximação com o produtor rural, para prevenção de crimes nessas regiões. A Educação Ambiental, como ação de preventiva, é a esperança de estarmos formando cidadãos mais conscientes, que cuidem e protejam nossos recursos naturais”, finaliza o Coronel Sardilli, Comandande da Polícia Militar Ambiental

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários