Tamanho do texto

Policiais estavam em uma delegacia para apresentar uma ocorrência quando foram chamados para capturar um homem que esfaqueou um comerciante

Cavalaria da PM é a guardiã da região central de São Paulo
Divulgação
Cavalaria da PM é a guardiã da região central de São Paulo

Policiais espalhados pela região central, olhos e ouvidos atentos e ações rápidas. Essa equação só poderia ter um resultado, população protegida em todos os momentos. A Cavalaria da PM -
Regimento de Polícia Montada - 9 de Julho não poupa esforços para combater o crime.

Leia também: ROCAM prende traficante em fuga na zona leste de São Paulo

Nessa quarta-feira (4), a patrulha 226 da Cavalaria da PM formada pelo Cabo João, Cabo Lemos e Soldado De Souza fazia patrulhamento de rotina no centro de São Paulo quando abordaram um homem que constava como preso no sistema. Ele foi conduzido para a Delegacia da rua Aurora.

Na verdade, esse homem já havia pagado sua dívida com a Justiça. O sistema dizia que sua pena já havia terminado. Os PMs não sabiam que esse pequeno equívoco levaria a uma prisão.

"Dois Policiais entraram na Delegacia e um terceiro ficou guardando os cavalos na porta. Enquanto isso, um homem tentou assaltar uma farmácia bem em frente ao DP. Ele invadiu o comércio, tentou fugir e acabou entrando em luta corporal com o comerciante", relata o Tenente Melin.

Leia também: ROTA dá recado duro: Em São Paulo o crime organizado sempre vai perder

O criminoso acabou dando alguns golpes com uma faca no funcionária do local.   "O povo começou a gritar e o nosso homem que estava do lado de fora foi atrás do suspeito que já tinha corrido", continua o Tenente. Mesmo o protocolo de abordagens mandando os PMs agirem em dupla, o PM viu a necessidade de agir imediatamente para evitar a fuga.

"Em seguida outro Policial da patrulha já foi prestar apoio. O suspeito não queria entregar a faca e ainda tentou reagir, mas o Soldado De Souza foi muito bem na ação e dominou o criminoso", afirma o Tenente Melin.

A vítima teve ferimentos leves na cabeça e nas costas e foi levada pelos próprios PMs para o hospital. O criminoso, um peruano, foi encaminhado para o 2 Distrito Policial e vai responder pelo crime de roubo. "Esse homem já tinha outras passagens por roubo e também teria esfaqueado uma outra vítima no mesmo dia. Nós tentamos encontrar essa pessoa, mas sem sucesso, a gente acabou passando a informação para a Polícia Civil", finaliza o Tenente Melin.

Assista ao vídeo da ocorrência gravado por uma testemunha:


Conheça a Cavalaria do Batalhão de Choque da PM

Batalhão de Choque - Polícia Militar do Estado de São Paulo
Major PM Luis Augusto Pacheco Ambar
Batalhão de Choque - Polícia Militar do Estado de São Paulo

O Regimento de Polícia Montada “9 de Julho” é uma unidade da Polícia Militar do Estado de São Paulo, subordinada ao Comando de Policiamento de Choque. A Cavalaria é uma das mais tradicionais unidades históricas da PM, criada em 1892.

Leia também: "Onde o cão leva, a gente faz a operação", diz Policial após apreensão do Canil

Atualmente, possui 505 policiais militares e 437 cavalos distribuídos em todo território do Estado de São Paulo. O Regimento, subordinado a uma Unidade do Choque, tem como principal missão o policiamento e atuação em grandes aglomerações de pessoas, como jogos de futebol, shows, manifestações e encontros culturais.

Somente em 2017, a Cavalaria da PM esteve presente em mais de 110 jogos de futebol, em mais de 20 grandes shows em SP, 12 operações com milhares de espectadores como: Fórmula 1, Virada Cultura, Lollapalooza e Operação Carnaval.