Chantelle Doyle foi atacada por um tubarão-branco
Reprodução
Chantelle Doyle foi atacada por um tubarão-branco

Após 15 meses em reabilitação intensiva, Chantelle Doyle, de 35 anos, relatou que seu marido foi responsável por salvá-la de um ataque de tubarão. Segundo ela, ele socou o animal no nariz várias vezes.

O ataque aconteceu em 2020 enquanto o casal surfava em New South Wales, na Austrália. Ela disse que sentiu a movimentação do tubarão embaixo da prancha antes dele agarrar uma de suas pernas. 

Segundo o portal inglês Metro News , seu marido Mark estava em outra prancha logo atrás e nadou até o animal para socá-lo. "Eu simplesmente abandonei a prancha. Foi só socar o mais forte que pude até ele soltar", contou.

Mark disse que decidiu golpear o animal no nariz, porque tinha lido que era o local mais sensível nos tubarões. 

Devido ao ataque, Chantelle sofreu danos no músculo, osso, ligamento, tendão e nervo. Após ficar 15 meses em reabilitação intesiva, ela foi liberada para voltar a surfar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários