Tubarões que brilham no escuro são descobertos na Nova Zelândia
Reprodução
Tubarões que brilham no escuro são descobertos na Nova Zelândia

Cientistas da  Nova Zelândia descobriram que três espécies de tubarões possuem a habilidade de brilharem no escuro, chamada de bioluminescência. Essa condição é uma reação química que faz com que animais tenham luminosidade visível por organismos vivos.

As linhagens kitefin, lanterna da barriga preta e lanterna do sul são tubarões que conseguem sobreviver em profundidades de 200 até 1.000 metros, lugar onde a luz solar não consegue penetrar. Essa faixa é chamada de 'zona escura' ou 'crepuscular'.


Estes animais podem usar da sua iluminação própria como lanterna para procurar alimentos ou como mecanismo de defesa , caso um predador esteja por perto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários