.
Guy Jackson/Divulgação
Dale Mclaughlan cruzou o Mar da Irlanda para visitar sua namorada na capital da Ilha de Man


Na última quinta-feira (10), Dale Mclaughlan comprou um jet ski. Na segunda-feira (14), o escocês, de 28 anos, foi condenado a quatro semanas de prisão . O que aconteceu nos três dias intermediários, de acordo com documentos judiciais da Irlanda, pode ser um dos casos mais incomuns de desrespeito às regras durante a pandemia do novo coronavírus.

No dia seguinte à compra da embarcação, Mclaughlan partiu às 8 da manhã para o que ele pensou ser uma viagem de 40 minutos da costa sudoeste da Escócia até a casa de sua namorada na Ilha de Man, entre a Inglaterra e a Irlanda.

Mais tarde, ele disse às autoridades que nunca havia pilotado um jet ski antes e que o mau tempo no mar da Irlanda fez com que a viagem se estendesse por quatro horas e meia.

Mclaughlan finalmente encontrou sua namorada na noite de sexta-feira, depois de andar 24 quilômetros. O casal passou o fim de semana aproveitando a vida noturna da cidade, mas seu reencontro foi interrompido, quando ele foi preso e posteriormente acusado de violar as restrições de isolamente da Ilha de Man. 

Como muitos que foram separados de seus entes queridos durante a pandemia, ele estava tendo problemas para lidar com a distância , de acordo com a British Broadcasting Corporation, citando seu advogado. 

Mas o governo não se comoveu . "Na Ilha de Man, todos defendemos a engenhosidade", disse em nota oficial. "Infelizmente, este foi um empreendimento incrivelmente imprudente e perigoso, que poderia ter terminado de forma muito diferente, dada a época do ano."


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários