Hackers
Creative Commons
Hackers "robin hoods", extorquem grandes empresas e doam para instituições de caridade

Um grupo hacker conhecido com Darkside divulgou ter doado 10 mil dólares (R$ 56 mil) para duas instituições de caridade. O dinheiro veio a partir de extorções de empresas.

Os hackers divulgaram a doação pela dark web (parte da deep web com enorme dificuldade de rastreio, muitas vezes utilizada para atividades criminais). O Darkside afirmou que eles apenas atacam grandes corporações, usando um tipo de hack que torna as empresas "reféns" até que paguem o que é solicitado.

Uma das instituições que foram ajudadas, a Children Internationa l, que assiste crianças carentes ao redor do mundo,  anunicou que não ficará com o dinheiro.

"Achamos que é justo que parte do dinheiro que as empresas pagaram vá para a caridade. Por pior que você ache que nosso trabalho é, temos o prazer de saber que ajudamos a mudar a vida de alguém. Hoje enviamos as primeiras doações", disseram os hackers.

Para a BBC, o analista de ameaças da empresa de segurança cibernética Emsisoft, Brett Calow se mostrou surpreso com ação dos cyber criminosos:

Você viu?

"O que os criminosos esperam alcançar fazendo essas doações não está nada claro. Talvez ajude a amenizar a culpa deles? Ou talvez por razões egoístas eles querem ser vistos como Robin Hood, em vez de vigaristas sem consciência". Que completou: "Quaisquer que sejam suas motivações, certamente é algo muito incomum e é, até onde eu sei, a primeira vez que um grupo de ransomware doou uma parte de seus lucros para instituições de caridade."

Ainda segundo especialistas, a facilidade em se fazer doações via bitcoins , como no caso dos hackers, expõe problemas dessa criptomoeda , que não cria métodos de identificação de usuários.

"Se você entra em uma instituição de caridade com uma máscara anônima e doa 10 mil libras em dinheiro e depois pede um recibo, provavelmente algumas perguntas precisam ser feitas", afirma Philip Gradwell, pesquisador de criptomoedas.

Além disso alerta para outro crime fiscal: 

"Ao permitir doações anônimas de fontes potencialmente ilícitas, aumenta o perigo de lavagem de dinheiro."


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários