jesus
Getty Images/Reprodução
Torop, em 2009, atraindo milhares de seguidores


O líder de uma importante seita religiosa foi preso em uma parte remota da Sibéria pelas forças de segurança russas nesta terça-feira (22). Sergei Torop, conhecido por seus seguidores como Vissarion, afirma que é a reencarnação de Jesus Cristo e fundou a Igreja do Último Testamento em 1991.


Torop, Vadim Redkin e Vladimir Vedernikov - outros dois líderes do grupo - são  suspeitos ​​de extorquir dinheiro e de causar danos físicos e psicológicos a seus seguidores. "Eles usaram o dinheiro [de seus seguidores] e também usaram de violência psicológica contra eles", disse uma porta-voz do Comitê de Investigações da Rússia à mídia estatal.

Torop, um ex-policial de trânsito de 59 anos, atraiu milhares de seguidores desde a fundação da igreja, logo após a dissolução da União Soviética. Alguns acreditam que ele é a reencarnação do Filho de Deus.

Os membros  fundaram um assentamento, conhecido como Cidade do Sol, na região de Kuraga, na Sibéria, em 1995. Em 2000, o Ministério da Justiça da Rússia afirmou que o grupo tinha mais de 10 mil seguidores em todo o mundo.

Entre as rígidas regras da seita , está proibido fumar, beber ou mexer com dinheiro, além de se viver apenas com subsistência básica. Os fiéis também não devem consumir carne, café, chá, açúcar, pão com fermento e produtos de trigo.

O grupo combina elementos da Igreja Ortodoxa Russa com temas de reencarnação, bem como preparativos para um apocalipse iminente .

    Veja Também

      Mostrar mais