pedra preciosa
Divulgação
Saniniu Laizer comemora sua descoberta em um evento comercial na região de Manyara, norte da Tanzânia


Saniniu Laizer, 52 anos, recebeu um cheque de 7,74 bilhões de xelins da Tanzânia (o equivalente a R$ 16 milhões) pelo governo depois de extrair fascinantes pedras violetas escuras no distrito de Simanjiro, Manyara.

Veja também:

Ele foi fotografado segurando as pedras ao pôr as mãos no cheque em um evento comercial na região de Manyara ontem (24) - antes de receber uma ligação de felicitações do Presidente John Magufuli.

O minerador, que é pai de 30 filhos e tem quatro esposas , disse que vai fazer uma grande festa com o dinheiro, além de outros compromissos. "Quero construir um shopping e uma escola . Quero construir essa escola perto de minha casa.Há muitas pessoas pobres por aqui que não podem se dar ao luxo de levar seus filhos para a escola", afirmou.

As duas pedras de Laizer pesam, respectivamente, nove quilos e quatro quilos . O recorde anterior foi de apenas sete quilos.

    Veja Também

      Mostrar mais