Apesar da condição bizarra, homem não visitava o médico há mais de 30 anos.
Sciencedirect.com
Apesar da condição bizarra, homem não visitava o médico há mais de 30 anos.

Um homem surpreendeu médicos do Panamá ao chegar em um pronto-socorro com o saco do tamanho de uma bola de futebol . Além do tamanho fora do normal, o órgão genital do homem de 43 anos estava apodrecido e expelia um pus com mau odor. 

Leia também: Mãe processa ex-parceiros do filho por forçá-lo a injetar silicone na genitália 

Uma infecção parasitária teria sido a causa do inchaço incomum do escroto do homem, que não teve a identidade revelada. Por conta do tamanho fora do padrão e do peso de seus órgãos genitais - que chegavam a pesar até sete quilos - , o sujeito não conseguia se locomover direito, precisando da ajuda de um andador e dependia da ajuda da mãe para realizar tarefas do dia-a-dia.

Apesar da condição não ser nova, o paciente não ia ao médico desde que era criança, há 30 anos atrás. Ao chegar no hospital , seu escroto media aproximadamente 30,2 cm x 24,4 cm x 13,1 cm. Os médicos relataram febre e instabilidade no batimento cardíaco.

Após dar entrada no hospital, ele foi submetido à uma cirurgia de emergência que removeu parte do escroto. Os médicos tiveram de dificuldade de inserir um cateter pelo pênis do homem estar "enterrado" em meio ao órgão genital do sujeito e precisaram fazer uma incisão quase cirúrgica para conseguir obter sucesso.

Leia também: Homens capturam crocodilo de três metros usando apenas toalha e barbante 

Dez dias depois de ir ao médico e ser submetido  às cirurgias emergênciais, o homem recebeu alta e foi encaminhado para uma unidade de reabilitação. Além disso, ele passou a receber acompanhamento médico constante.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários