Tamanho do texto

Cofre pode ter dezenas de milhões de euros em moedas de ouro, que, caso sejam confirmadas, terão 10% de seu valor destinados aos mergulhadores

As possíveis moedas de ouro seriam o 'tesouro perdido' remanescente de um navio que naufragou em 1866  na Croácia
Pixabay/Creative Commons
As possíveis moedas de ouro seriam o 'tesouro perdido' remanescente de um navio que naufragou em 1866 na Croácia

Mergulhadores europeus encontraram um cofre em meio aos destroços do navio “Rei da Itália”, que naufragou em 1866, durante a Batalha de Lissa, no Mar Adriático. Segundo ‘reza a lenda’, a caixa pode conter uma série de objetos valiosos, avaliados em dezenas de milhões de euros e, por isso, muitas pessoas apelidaram a descoberta de ‘tesouro perdido’.

Leia também: Milionário excêntrico esconde tesouro de US$ 2 milhões e deixa 9 pistas em poema

O ' tesouro perdido’ foi encontrado por um grupo liderado por Lorenzo Marovic. Ninguém sabe exatamente o que há dentro do cofre, desse modo, foi solicitado ao Ministério da Cultura de Zagreb, na Croácia, e à superintendência competente que mais duas missões exploratórias sejam realizadas.

“Dado que o ‘Rei da Itália’ jaz a 115 metros de profundidade e as imersões podem chegar a cinco horas, precisamos de equipamento adequado e mergulhadores preparados”, explicou Marovic. “Não sabemos o que tem no cofre, mas acredito que, de qualquer forma, isso deve ser trazido à superfície”.

Segundo a lenda popular, esse navio levava um grande carregamento de ouro quando naufragou. Toda a quantia serviria aos custos do governo provisório da Itália, caso o país conseguisse uma vitória marinha sobre a Áustria durante a 3ª Guerra da Independência. O valor, em centenas de moedas de ouro avaliadas em 250 mil libras da época, pode chegar a dezenas de milhões de euros atualmente,  

Caso realmente existe, o conteúdo será de propriedade do Ministério dos Bens Culturais da Croácia, no entanto, nem todo o valor ficará com o governo do País. Como foi a equipe de Marovic que encontrou a caixa, como recompensa eles poderão ficar com 10% do conteúdo total.

Leia também: Mulher é presa no aeroporto de Guarulhos com R$ 1 milhão em barras de ouro

Histórico do navio com o ‘tesouro perdido’

Tesouro perdido estaria em navio que naufragou durante a Batalha de Lissa, no século 19
Reprodução/Wikipedia
Tesouro perdido estaria em navio que naufragou durante a Batalha de Lissa, no século 19

O navio ‘Rei da Itália’ saiu do porto italiano de Ancona em 16 de julho de 1866. Ele partiu diretamente para Vis, no sul da Croácia, e bombardeou todos os fortes localizados nas colinas da ilha.

Alguns dias depois, a embarcação foi bombardeada pela marinha do então Império Austro-Húngaro, dando início a chamada Batalha de Lissa. Ela terminou com a derrota da frota italiana e o naufrágio do navio, que desapareceu junto de 364 marinheiros e outros 27 oficiais. Apenas 167 pessoas se salvarão.

Leia também: Vibradores banhados a ouro que valem R$ 80 mil são roubados de sex shop espanhol

Em 2005, 139 anos depois, a mesma equipe de mergulhadores de Marovic identificou os destroços do navio na costa dalmata, para, então, localizar o cofre com o suposto ‘tesouro perdido ’.

*Com informações da Agência Ansa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.