Tamanho do texto

Você provavelmente não gosta do odor de alguma fruta, mas já imaginou que esse cheiro desagradável poderia ser a causa de uma emergência policial?

Após uma busca pelo prédio da faculdade, os bombeiros encontraram uma fruta estragada e seu odor nada agradável
Reprodução/Shutterstock
Após uma busca pelo prédio da faculdade, os bombeiros encontraram uma fruta estragada e seu odor nada agradável


Sabemos que nem todas as comidas possuem o mais agradável dos odores. Algumas podem causar certo desconforto ao olfato, mas isso não deveria ser motivo para uma emergência, certo? Pois foi isso o que aconteceu no último sábado (28) em uma universidade em Melbourne, na Austrália, que teve que ser esvaziada após o cheiro de uma fruta ser confundido com um vazamento de gás.

Leia também: Foto de "irmã gêmea" espanhola de Donald Trump viraliza nas redes sociais; veja

De acordo com informações da BBC News , estudantes do Instituto Real de Tecnologia de Melbourne (RMIT) estavam na biblioteca quando sentiram um cheiro um tanto quanto suspeito. Com medo do odor ser o sinal para um suposto vazamento de gás, os alunos contataram os funcionários da instituição que, por sua vez, decidiram ligar para a polícia. Algo que eles provavelmente não fariam se soubessem, desde o início, da presença de uma certa fruta no campus.

Os oficiais decidiram fechar o prédio e, após a retirada de mais de 500 estudantes e funcionários, a brigada de incêndio da cidade foi chamada para tentar identificar a origem do desagradável e preocupante cheiro.

Como a universidade possui muitos materiais químicos perigosos, as autoridades concordaram que uma investigação era necessária para garantir a segurança do local.

Leia também: Criança de 12 anos rouba cartão de crédito da mãe e viaja sozinho para Bali

O verdadeiro “culpado” é localizado

Durante a busca,os bombeiros não foram capazes de identificar nenhum vazamento ou produto químico. Contudo, eles encontraram algo muito interessante e peculiar: um durião apodrecido.

O fruto, conhecido como “o mais fedido do mundo”, fora esquecido em um dos armários da instituição, fazendo com que seu odor fosse espalhado por todo o prédio através do sistema de ar condicionado.

Como o alimento estragado não poderia causar nenhum acidente – além daquele às narinas dos ocupantes do instituto – o prédio foi reaberto. Resta agora descobrir quem foi o responsável por esquecer um durião no armário, já que ninguém se apresentou, ainda, como “culpado”.

Leia também: Em menos de dois meses, homem ganha duas vezes na loteria e fatura R$ 4 milhões

O durião é um fruto tropical, muito comum no sudeste asiático, cuja aparência lembra uma jaca. Ele é uma fruta muito controversa: alguns são apaixonados pelo seu sabor, enquanto outros não conseguem ficar perto do alimento – muito por causa do seu cheiro. Odor este, inclusive, que é o responsável pelo banimento do durião em algumas partes do mundo, como por exemplo, no metrô de Cingapura e de Bangkok, segundo o portal BT .