Tamanho do texto

O pequeno apito, que pertencia a um brinquedo desenvolvido para cachorros, foi retirado em um hospital na província argentina de Tucumán

Algo estranho começou a acontecer com a respiração da criança depois que o garoto engoliu o pequeno apito
Reprodução/Facebook Santiago Gomez Zuviría
Algo estranho começou a acontecer com a respiração da criança depois que o garoto engoliu o pequeno apito


Após engolir um pequeno apito, que fazia parte de um brinquedo para cachorros, uma criança desenvolveu um inusitado problema de respiração: toda a vez que ele inspirava ou expirava, reproduzia o som de uma buzina. O caso aconteceu na província de Tucumán, no norte da Argentina.

Leia também: Burro morde McLaren de quase R$ 1 milhão ao confundi-la com cenoura gigante

De acordo com o portal britânico Daily Mail , o garoto foi encaminhado a um hospital na região noroeste do país, onde o apito foi retirado de seu corpo e, rapidamente, tudo parece ter voltado ao normal com o seu sistema respiratório (e seus sons).

Porém, a história não será esquecida tão facilmente: Santiago Gomez Zuviria, cujo parentesco com a criança não foi revelado, publicou o caso no Facebook, e em pouco tempo, a publicação viralizou.

Além de uma imagem da criança no corredor de um hospital e a foto do brinquedo causador do problema, um vídeo, incluído na postagem, mostra alguns segundos da respiração do garoto e do som de buzina reproduzido por ele. Assista à filmagem:


Leia também: Fantasiado de garrafa de refrigerante, homem rouba restaurante nos EUA; assista

Um alerta aos pais

Alguns dias depois, no último sábado (30), Zuviria publicou uma nota em seu perfil, pedindo a atenção e a ajuda de todos os seus amigos do Facebook.

"Eu publiquei o vídeo de uma criança que teve um acidente com um pequeno brinquedo de plástico. A minha única intenção era alertar meus amigos quanto aos riscos que as crianças são expostas quando brincam com qualquer tipo de brinquedo", o argentino escreveu.

Com mais de nove milhões de visualizações e cerca de oito mil compartilhamentos, a filmagem se tornou viral. Entretanto, algumas pessoas não entenderam o teor do alerta e, segundo Zuvira, expuseram à criança ao ridículo.

Leia também: Coala invade vinícola e participa de degustação de vinhos na Austrália; assista

Por fim, o homem usou a situação do apito para defender que "todos devemos fazer dessa comunidade um local saudável e respeitoso".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.