Animal foi encontrado em praia depois do desastre provocado pelo furacão Harvey, no Texas, nos EUA
Reprodução/Twitter
Animal foi encontrado em praia depois do desastre provocado pelo furacão Harvey, no Texas, nos EUA

No mês passado, ao passar pelo Texas, o furacão Harvey fez mais de 30 vítimas fatais, além de ter devastado as casas de aproximadamente 30 mil pessoas. Com os estragos deixados na cidade de Houston, além das ruas alagadas, imóveis destruídos e pessoas sem lar, o fenômeno também trouxe à tona um “monstro” marinho.

Leia também: Bebê sobrevive à tempestade Harvey no Texas agarrado ao cadáver da própria mãe

Ao passar por uma praia do Texas quando o  Harvey  já havia perdido força, uma mulher encontrou uma criatura estranha que não soube identificar. Para tentar descobrir do que se tratava, Preeti Desai, gerente de mídia social da National Audubon Society publicou a foto do ser esquisito em seu Twitter.

“Ok, biólogos do Twitter, o que diabos é isso?? Ele foi encontrado numa praia no Texas”, escreveu ela em sua conta da rede social. Segundo Preeti, ela viu a criatura em uma praia a cerca de 15 milhas de Galveston.


Ela viajou para o Texas com outros conservacionistas para avaliar o dano causado pela tempestade. Mas a foto do animal ficou popular na internet e logo vieram inúmeras respostas de seus seguidores, até se transformar em um viral.

Leia também: Cachorro é visto carregando saco de ração na rua após furacão Harvey, nos EUA

Você viu?

A moça contou à BBC News que alguém lhe disse para entrar em contato com Kenneth Tighe, especialista em museu que trabalha na Divisão de Anfíbios e Répteis no Museu Nacional de História Natural Smithsonian.

​Tighe acredita que se trata de uma "enguia-serpente com dentes" ou Aplatophis chauliodus, um termo latino traduzido aproximadamente como "cobra terrível". O biólogo acrescentou que a identificação do animal ainda não foi 100% confirmada, já que ele também pode pertencer a outras duas espécies de enguias.

Segundo o The Guardian, Aplatophis chauliodus tem menos de um metro de comprimento e habita geralmente em tocas de 30 a 90 metros. O que deve ter acontecido é que, com a força da tempestade, a criatura foi retirada de seu habitat sendo jogada na praia do Texas.

 Mesmo chocada, depois de tirar as fotos, Preeti disse à BBC News que o animal sozinho para permitir que a natureza seguisse seu curso. Ela ainda fez uma outra publicação na internet em resposta aos que estavam chamando o ser de “monstro” e “diabo”, afirmando que não era assustador e horrível, mas apenas uma criatura do mar tentando viver sua vida.

Leia também: Mesmo com pressão da ONU, Coreia do Norte diz que manterá programa nuclear


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários