Tamanho do texto

Os dois youtubers, que têm mais de 2,5 milhões de seguidores em seu canal, divulgaram sua ideia mirabolante e receberam algumas críticas na internet

Dois youtubers ousados resolveram ficar 24 horas sob a terra e filmaram tudo
Reprodução/ Facebook Jimmy Swingler
Dois youtubers ousados resolveram ficar 24 horas sob a terra e filmaram tudo

As brincadeiras da internet, que desafiam participantes e entretém os usuários, estão em todos os lugares, desde o falecido Orkut até chegar aos youtubers. Há anos, vídeos de desafios recheiam os canais da rede social: basta jogar a palavra “challenge” –  desafio, em inglês – na busca do Youtube, que cerca de 128 milhões de resultados aparecerão.

Leia também: Jovem indiana sobrevive depois de ser enterrada viva por duas horas

Mas, para além de filmagens com brincadeiras leves e engraçadas – como o chamado "Smoothie Challenge" – , existem pessoas que sobem alguns níveis na escala da ousadia e propõem desafios bizarros. É o caso da dupla de youtubers Jay Swingler e Romell Henry, do canal TGFbro , que resolveu passar 24 horas embaixo da terra e transmitir, ao vivo, o mirabolante acontecimento.

Moradores de Dudley, cidade próxima a Birmingham, na Inglaterra , os dois amigos são conhecidos na internet  por gravarem vídeos excêntricos e fora do comum. Algum tempo atrás, eles tentaram passar um dia inteiro dentro de um congelador, mas o plano foi por água abaixo quando a internet falhou e a transmissão foi interrompida.

Dessa vez, eles se planejaram para que tudo desse certo: estocaram água, comida e oxigênio, garantiram que todas suas redes sociais estariam funcionando, construíram seu próprio caixão e, às 16h – no horário de Brasília –,  da última quinta-feira (29), entraram dentro da cova, localizada no quintal da dupla.

HIT LIKE IF YOU'RE GONNA BE WATCHING THE LIVE STREAM TOMORROW NIGHT ITS GETTING CLOSER!!!!

Uma publicação compartilhada por Jay Swingler (@byjayswingler) em




Depois de 24 horas no ar, a transmissão ao vivo colecionou mais de 100 mil curtidas e uma média, por hora, de 5 mil pessoas acompanhando os britânicos. Assim, eles só abandonaram o subsolo às 16h de hoje, quando o desafio foi cumprido pelos dois, que têm mais de 2,5 milhões de inscritos no Youtube.

Por mais que a ideia, que buscava conseguir mais seguidores para o canal, tenha feito sucesso, alguns dos internautas não ficaram muito contentes com a proposta. Segundo o portal Daily Mail , Jodie Nicole Myers expôs a sua opinião:

“Caras, eu amo vocês e eu acompanho o canal desde o começo, mas eu realmente acho que esta não é uma boa ideia, a não ser que vocês considerem o tamanho do caixão, a quantidade exata de comida e oxigênio que vão precisar, etc. Tenho certeza que vocês já pensaram nisso, mas eu fico pensando que não são profissionais nesse tipo de coisa, então, por favor, tenham muito cuidado”.

No caixão da compaixão

Por mais estranha que a ideia da dupla de Dudley possa parecer, ela não foi tão original assim. Um homem foi enterrado vivo por três dias em uma igreja em Belfast , capital da Irlanda do Norte, de maneira voluntária. Literalmente. John Edwards, de 60 anos, ficou em um caixão feito sob medida, quase um pequeno lar subterrâneo com eletricidade, internet sem fio, travesseiro e cobertor, relatando sua experiência ao vivo.

homem enterrado vivo
Reprodução/Facebook
homem enterrado vivo

Edwards, um viciado e alcoólatra recuperado, foi enterrado para chamar atenção para sua instituição da caridade, a Walking Free, que ajuda pessoas que praticam automutilação, que são dependentes químicos, que possuem tendências suicidas e têm distúrbios alimentares. Com o trabalho da instituição, ele pretende oferecer ferramentas para que estas pessoas recomecem a vida do zero.

Com metas muito diferentes, os youtubers e Edwards conseguiram chamar a atenção da internet, e quem sabe uma parceria não seria benéfica para os objetivos dos três?

Leia também: Pai descobre que enterrou homem errado e que seu filho está, na realidade, vivo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.