Tamanho do texto

Nupur Saraswat, moradora de Cingapura, fez uma publicação no Facebook para denunciar a conduta do hotel indiano e viralizou nas redes sociais

Uma mulher foi impedida de entrar no quarto que havia reservado, em hotel na Índia, por ser solteira
Reprodução/Facebook
Uma mulher foi impedida de entrar no quarto que havia reservado, em hotel na Índia, por ser solteira


A poeta Nupur Saraswat viajou até a cidade de Hyderabad, na Índia meridional, para apresentar uma de suas performances artísticas. Mas, um problema administrativo – e também uma característica cultural – quase a impediram de trabalhar, tudo isso porque Saraswat é solteira.

Leia também: Pelado, homem brinca com extintor de incêndio e dá cabeçadas em portas de hotel

Segundo uma publicação no Facebook de Saraswat, ela reservou um quarto no Hotel Deccan Erragadda, teve seu pedido confirmado e, assim, chegou tranquila ao seu destino. Entretanto, na hora de fazer o check-in, a equipe do estabelecimento informou que ela não poderia ser uma hóspede do hotel, pois mulheres  solteiras  são proibidas naquele local.

O caso aconteceu na última sexta-feira (23), e a singapurense resolveu expor o caso nas redes sociais, em uma publicação que conta os detalhes dos acontecimentos. 




"De alguma forma eles deciriram que eu estaria mais segura nas ruas do que dentro do hotel. Engraçado como o patriarcado funcional, não?", ironizou na sua publicação. "Então aqui está meu sincero pedido: compartilhem essa publicação. Façam um escândalo, gritem que mulheres viajam sozinhas e que não vamos nos prender dentro de casa pelo nosso próprio bem e segurança", a poeta completou.

Em uma segunda declaração, ela atualizou o caso e explicou que, depois de denunciar o ocorrido ao site responsável pelas reservas do hotel, teve seu dinheiro devolvido e conseguiu se hospedar em outro lugar – uma "cortesia" do site em questão.

A resposta do hotel

De acordo com o site  The New York Post , o hotel emitiu uma nota, na qual tenta explicar que não é contra mulheres que viajam sozinhas, porém, a política do local segue um conselho policial, o qual alerta que a área em questão não seria "certa para mulheres".

Além de impedir mulheres solteiras, o Deccan Erragadda declarou que também proíbe, em suas instalações, a entrada de locais ou parceiros que não sejam casados.

Leia também: Casal é expulso de hotel na China por sexo muito barulhento

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.