Tamanho do texto

A professora Erin McAuliffe, de 25 anos, foi presa sob as acusações de fazer sexo com três alunos do Ensino Médio; caso aconteceu nos Estados Unidos

A professora de matemática Erin McAuliffe foi presa, nos Estados Unidos, acusada de fazer sexo com três de seus alunos
Reprodução/Facebook
A professora de matemática Erin McAuliffe foi presa, nos Estados Unidos, acusada de fazer sexo com três de seus alunos


A professora de uma escola pública na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, foi presa na última quinta-feira (8), suspeita de fazer sexo com três de seus alunos do Ensino Médio.

Leia também: OVNI é avistado no céu dos Estados Unidos por três 'caçadores de alienígenas' 

Presa por fazer sexo com seus alunos, a mulher trabalhava na escola em questão desde 2016
Departamento de Polícia de Rocky Mount
Presa por fazer sexo com seus alunos, a mulher trabalhava na escola em questão desde 2016

Por mais que Erin McAuliffe, que lecionava na Escola Preparatória Rocky Mount, só tenha sido presa na primeira semana de junho, ela fora demitida no dia 4 de maio. A partir de então, as autoridades começaram a investigar a suspeita de McAuliffe ter feito  sexo  com seus alunos menores de idade.

De acordo com informações do portal britânico Daily Mail , o Departamento de Polícia da cidade de Rocky Mount dirigiu uma extensa apuração, que incluiu entrevistas com os funcionários e alunos da escola – que tem mais de 1.300 crianças matriculadas.

A polícia revelou, ainda segundo o portal, que as vítimas seriam dois adolescentes de 17 anos e outro de 16 anos.

Agora, a mulher de 25 anos aguarda o julgamento e, se condenada, pode ficar mais de cinco anos na cadeia .

Crime acadêmico

Esta não foi a primeira ocorrência de assédio sexual envolvendo alunos e professores. Por exemplo, uma professora de teatro de 33 anos foi presa nos Estados Unidos pela polícia local após ter sido flagrada praticando atos sexuais com um aluno de 15 anos . O caso ocorreu no mês de maio em Broward County, no estado da Flórida.

De acordo com as autoridades norte-americanas, a professora Pamela Stigger foi encontrada por volta de 2h pela polícia no banco de trás de seu carro com o garoto, que estava nu da cintura para baixo. Os policiais foram chamados porque o veículo estava parado em um cruzamento e obstruía o tráfego.

A Broward County Schools afirmou que a professora trabalhava no local desde 2008, mas que, até então, não havia registro de problemas de comportamento ou de sexo com alunos. Além de uma medida cautelar imposta pela Justiça , ela foi demitida do colégio. 

Leia também: Cobra passa mal e vomita duas galinhas inteiras na China; veja imagens chocantes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.