Tamanho do texto

Cena chamou a atenção dos demais frequentadores e imagens viralizaram na internet; autoridades investigam se ele tinha autorização para aterrisagem

Caso ocorreu em Sidney, na Austrália; agência de aviação está investigando se o piloto tinha autorização para pouso
Reprodução
Caso ocorreu em Sidney, na Austrália; agência de aviação está investigando se o piloto tinha autorização para pouso

Pense em um cara milionário. Agora imagine que esse ser endinheirado – e um tanto quanto louco – está faminto. O resultado desta combinação pôde ser visto nesta semana em uma lanchonete da Austrália. O cidadão pousou de helicóptero no estacionamento de uma unidade do McDonald’s em Sidney para pegar uns lanches no drive thru.

Leia também: Professora de teatro é presa após fazer sexo oral em aluno de 15 anos

A situação inusitada ocorreu na tarde de domingo (14) e a situação – como era de se imaginar – chamou a atenção de muitos clientes e as imagens foram parar na internet. De acordo com a imprensa da Austrália , tanto os demais consumidores quanto os funcionários ficaram assustados ao presenciar a cena – alguns chegaram a imaginar até que se tratava de uma emergência.

Nas horas seguintes ao pouso na lanchonete, internautas de todo o mundo se perguntavam quem era o piloto esfomeado. O mistério só foi esclarecido na segunda-feira (15), quando os locutores de uma rádio ofereceram 1.000 dólares australianos (o equivalente a R$ 2.300) para que o dono da aeronave entrasse ao vivo no programa.

Leia também: Na Rússia, homem enfurecido enche o carro da esposa com concreto

Dito e feito. O piloto ligou para a rádio e se apresentou como Dan. Ele disse que costuma fazer loucuras desse tipo e até se ofereceu aos apresentadores para entregar a eles alguns cheeseburgers voadores. O prêmio de R$ 2.300, entretanto, ele dispensou e sugeriu que a quantia fosse doada à Casa Ronald McDonald. Dan garantiu que obteve da direção da lanchonete a autorização para pousar no local.

Procurado pelo jornal 9News , a porta-voz do McDonald’s no país, Skye Oxenham afirmou que a cadeia de restaurantes recebe bem  todos os clientes, independentemente do seu meio de transporte, “desde que cheguem e partam com segurança”.

Legislação local

A agência australiana de aviação informou ao jornal que o pouso na lanchonete não é proibido, de acordo com a legislação do país. Entretanto, o órgão ressaltou que o piloto deve possuir autorização para a aterrisagem. A autoridade afirmou ainda que está investigando se o indivíduo realmente possuía autorização para pousar ali.

Leia também: "Papai Noel do Crime" é preso nos EUA após ficar entalado em uma chaminé

Caso o piloto esfomeado queira deixar a Austrália para fazer uns voos no Brasil , o redator desta nota informa que aceita não somente os cheeseburgers, mas também pizzas, esfirras e tantas outras guloseimas que ele quiser enviar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.